Vereador Farid Afif cobra medidas urgentes para melhorar infraestrutura de Ponta Porã

Em um firme pronunciamento na Tribuna da Câmara Municipal de Ponta Porã, na sessão ordinária desta terça-feira, 06 de novembro, o vereador Farid Afif cobrou medidas urgentes por parte da Prefeitura e do Governo do Estado para melhorar as condições das ruas tomadas pelos buracos e também para melhorar o atendimento no Hospital Regional Dr. José de Simone Netto. A falta de segurança também foi mencionada no contundente pronunciamento do parlamentar.

Farid disse que serviços de suma importância para manter a ordem e a segurança no transito estão paradas. “Eu compreendo que o período chuvoso atrapalha bastante a execução de obras como tapa-buracos, recapeamento, cascalhamento e patrolamento, mas o secretário municipal de Obras e Urbanismo, também sabe disso, então tem que aproveitar o período de seca para fazer um serviço com qualidade, para quando chover só dar manutenção e não desperdiçar o dinheiro público e deixar a população sofrendo com as obras pela metade”, afirmou.

O parlamentar tem feito indicações solicitando atendimento para os bairros. “Encaminhei indicações pedindo serviços, pois no bairro Jardim Universitário as ruas estão um caos, ruas intransitáveis, muitos buracos, assim como na Avenida Belmiro de Albuquerque, entre tantas outras”.

Conforme o vereador, ele não gostaria de estar passando pelos transtornos enfrentados diariamente pela população. “Muitos falam que não queriam estar na pele do secretário de obras André Manosso, mas eu, vereador Farid, não queria estar e nem sentir na pele do cidadão pai de família, assalariado, que sai de madrugada para trabalhar e passar pelas ruas com buracos enormes, que cabem um carro dentro. E voltar à noite sem iluminação pública nas vias, com as ruas tomadas pelo barro e pelos buracos, correndo riscos de acidentes, atentando a sua própria vida. Sem falar sobre a falta de segurança, com medo de ser assaltado”, disse Afif.

Durante sua fala, o parlamentar também ressaltou o abandono nos distritos e assentamentos. “Também não podemos esquecer os agricultores e assentados, já que falta de manutenção nas estradas rurais e vicinais faz com que os produtores não consigam escoar suas produções e tenham grandes prejuízos financeiros”, alegou Farid Afif.

Facebook: Comente Aqui