CONTATO
EXPEDIENTE
Deputado preso

STF autoriza inquérito para investigar suspeita de desacato de Silveira em IML

COMPARTILHE AGORA MESMO!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no skype
Fonte: Por Thais Arbex, CNN

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou neste sábado (20) a abertura de inquérito para investigar o deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) por suspeita de desacato e infração de medida sanitária preventiva, crimes previstos no Código Penal.

Moraes atendeu a um pedido de investigação formulado pela Procuradoria-Geral da República (PGR). Nesta sexta-feira (19), o vice-procurador-geral da República, Humberto Jacques de Medeiros, solicitou ao Supremo a instauração de um inquérito para apurar a conduta do deputado no Instituto Médico Legal, no Rio de Janeiro, após ter sido preso em flagrante. O parlamentar discutiu com uma servidora do local após se recusar a utilizar máscara de proteção contra a Covid-19.

 

 

Alexandre de Moraes do STF

 

 

“O órgão ministerial postula o cumprimento de diligências a fim de verificar as práticas delitivas narradas, notadamente em razão de vídeo que circula nas redes sociais, registrando cenas de de desrespeito a obrigações legais e agressões verbais proferidas por Daniel Silveira no IML, durante o cumprimento de sua prisão em flagrante”, afirmou Moraes no despacho deste sábado.

O ministro também determinou que a Polícia Federal ouça os agentes públicos ofendidos, “com o registro detalhado das palavras e atos empregados no desacato”, que seja realizado exame de corpo de delito, “caso o crime tenha sido praticado mediante violência”. De acordo com a decisão de Moraes, os policiais também devem colher o depoimento do próprio deputado sobre o que ocorreu no IML.

Na solicitação enviada ao Supremo, o vice-procurador da República afirmou que, apesar de os fatos terem sido registrados em vídeo que circula nas redes sociais, é relevante aprofundar a investigação para esclarecer, por exemplo, o que aconteceu antes e depois da filmagem.

COMPARTILHE AGORA MESMO!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no skype
LEIA TAMBÉM!!!