EXPEDIENTE
Vitória coloca os Estados Unidos na liderança provisória do Octogonal, enquanto a Jamaica permanece na lanterna

Sensação dos Estados Unidos brilha e seleção bate a Jamaica nas Fase Classificatórias

Fonte: Por Luis Felipe da Território MLS

Na noite desta quinta-feira (07), os Estados Unidos enfrentaram a Jamaica, pela quarta rodada do Octogonal final das Eliminatórias da CONCACAF para a Copa do Mundo.

 

Com muitos desfalques do lado americano, Ricardo Pepi brilhou com dois gols e ajudou a seleção americana a vencer, com destaque também para o lateral-direito do Barcelona/ESP, Dest.

 

O resultado coloca a seleção na 1ª colocação provisória da competição, podendo ser ultrapassada em caso de vitória do México, contra o Canadá.

 

A próxima partida dos Estados Unidos será no próximo domingo (10), contra o Panamá, no Estádio Rommel Fernández, pelo segundo confronto da Data FIFA.

 

Duelo é confronto direto pelas primeiras posições do Octagonal final.

O JOGO

 

Os primeiros minutos foram de leve superioridade dos Estados Unidos, mas sem grandes chances para a seleção americana.

 

Com o passar do jogo, os anfitriões ampliaram o domínio sob a Jamaica e começaram a encontrar mais espaços com passes em profundidade nas laterais.

 

A proposta da seleção jamaicana era bem clara – esperar no campo de defesa e sair em velocidade no contra-ataque, tanto que, durante os 30 minutos, a posse de bola americana chegou à 70%.

 

O cenário permaneceu assim por boa parte do primeiro tempo.

 

Os visitantes tomaram conta dos últimos 15 minutos e quase abriram o marcador, após cobrança de escanteio.

 

As melhores chances de gol da etapa inicial foram da Jamaica, com direito a grande defesa de Matt Turner. Assim se encerrou o primeiro tempo.

 

Logo no início do segundo tempo, os Estados Unidos abriram o marcador. Explorando os espaços que já tinham se mostrado a fragilidade da Jamaica, Dest recebeu bola em profundidade e achou Ricardo Pepi dentro da área, que cabeceou para dentro do gol.

 

Com o placar aberto, a seleção americana não deixou mais a Jamaica jogar.

 

Novamente atacando as laterais, mas dessa vez pela esquerda, Brenden Aaronson encontrou Ricardo Pepi, de novo, que não teve trabalho nenhum para marcar, aos 62′.

 

Após assegurar o resultado, o ritmo de jogo deu uma caída e os Estados Unidos administraram bem o resultado, enquanto a Jamaica não conseguia repetir a boa atuação do primeiro tempo, assim, não levando perigo ao gol de Matt Turner.

 

FICHA TÉCNICA

Estados Unidos – 2

M. Turner; S. Dest (Shaquell Moore), Miles Robinson, W. Zimmerman, A. Robinson; Yunus Musah (Luca de la Torre), Tyler Adams (Kellyn Acosta), Weston McKennie; Brenden Aaronson (Timothy Weah), Ricardo Pepi (Gyasi Zardes), Paul Arriola
Téc: Gregg Berhalter

Jamaica – 0
Andre Blake; Alvas Powell (Javain Brown), Adrian Mariappa, Damion Lowe, Kemar Lawrence; Je-Vaughn Watson, Devon Williams, Tyreek Magee (Kemar Roofe), Bobby Reid (Javon East), Jamal Lowe (Junior Flemmings); Shamar Nicholson
Téc: Theodore Whitmore

Gols: Ricardo Pepi (2x) (EUA)
Cartões amarelos: Damion Lowe, Kemar Lawrence (JAM)
Cartões vermelhos: Nenhum

(Capa: Reprodução/Twitter USMNT))

COMPARTILHE AGORA MESMO!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no skype
COMENTE AGORA MESMO!