EXPEDIENTE
Após o 1-1 no tempo normal, o Racing de Córdoba venceu o Ciclone por 4-2 na decisão por pênaltis

San Lorenzo é eliminado nos pênaltis pelo Racing de Córdoba

Fonte: Tyc Sports

O Racing Córdoba venceu o San Lorenzo nos pênaltis e a eliminou da Copa Argentina, após o empate no tempo regulamentar em 1 -1.

 

Ezequiel Cerutti abriu o placar para o Ciclone, mas Facundo Rivero empatou para a Academia Cordobesa no início do segundo tempo.

 

Leonardo Rodríguez foi o número depois de parar dois tiros dos doze passos.

 

O time comandado por Carlos Bossio começou a partida sendo mais perigoso e quase se colocou na liderança após uma grande defesa de Augusto Batalla, após um chute de média distância, e uma chance imbatível que Agustín Lavezzi desperdiçou de mãos dadas.

 

Mesmo assim, quase no final do primeiro tempo, Pocho abriu o placar, após boa jogada individual de Malcom Braida, para dar ar ao time comandado por Pedro Troglio antes do intervalo.

 

No entanto, através de uma poderosa cabeçada do zagueiro de 28 anos, o time que joga no Federal A empatou o jogo poucos minutos no segundo tempo.

 

Apesar do controle e das insinuações no complemento, o Barça não conseguiu avançar novamente no resultado e a partida foi para as penalidades.

 

Das doze etapas, o Racing (Cba) teve 100% de eficiência, além de seu goleiro parar os arremessos de Alejandro Donatti e Agustín Martegani para eliminar o San Lorenzo da Copa da Argentina e deixá-lo sem treinador.

COMPARTILHE AGORA MESMO!
COMENTE AGORA MESMO!