EXPEDIENTE
O time de Águia Branca venceu o Alvianil por 1 a 0 com gol do atacante Toni Galego. É o segundo título estadual da equipe merengue

Real Noroeste supera o Vitória e conquista o Campeonato Capixaba 2022

Fonte: A Gazeta

O título do Campeonato Capixaba 2022 é do Real Noroeste! Também campeão em 2021, o time merengue bateu o Vitória por 1 a 0, nesta quarta-feira (04), e alcançou o bicampeonato estadual. Para o primeiro campeão da década, a conquista marca a manutenção da soberania estadual, no apogeu de uma trajetória vitoriosa iniciada pelo técnico Duzinho Reis anos atrás.

 

O único gol da final do Campeonato Capixaba saiu dos pés de dois ex-jogadores do Vitória. Aos 27 minutos do segundo tempo, Toni Galego abriu o placar para o Real Noroeste. No lance, Jarles Baiano disparou pelo lado esquerdo e tocou para o atacante merengue apenas empurrar para o fundo do gol.

 

História e vagas na Série D e na Copa do Brasil

Com a conquista, o Real Noroeste manteve a taça do Campeonato Capixaba em Águia Branca. Esse é somente o segundo título da história do time merengue no torneio. De qualquer forma, o futebol capixaba volta a ter um bicampeão, após mais de 15 anos. No século XXI, o Serra, que viria a ser Tri, chegou ao feito em 2003 e 2004, bem como o Alegrense em 2001 e 2002.

 

O título do Campeonato Capixaba 2022 dá ao Real Noroeste vaga na próxima edição da Copa do Brasil. O clube finalista também disputará em 2023 o Campeonato Brasileiro Série D. Agora, o time merengue concentra suas atenções para a quarta rodada da Série D 2022, onde é líder do Grupo 6 e encara sábado, às 16h, a Inter de Limeira, no Estádio Major José Levy Sobrinho.

 

O JOGO

A postura inicial indicava um jogo disputado e quente, mas o Vitória demorou a entrar em campo. O Real Noroeste se impôs e abriu o placar.

 

No entanto, o gol marcado por Ítalo, aos três minutos, foi anulado de forma equivocada por impedimento. Explorando o lado direito, o time merengue seguiu se mostrando mais forte.

 

A Águia Azul só foi responder com Edinho, aos 34, que cobrou falta em cima da barreira.

 

A partir de então, o jogo ficou mais equilibrado, pois o Alvianil conseguiu impedir parcialmente o avanço do lateral Gabriel e as ações de Alex Pixote.

 

As equipes voltaram com maior cautela, mas buscando o gol. Primeiramente, dando trabalho em cobranças de falta. Ao contrário dos 45 minutos iniciais, o Vitória conseguiu explorar os contra-ataques.

 

Em uma das escapadas, o Alvianil de Bento Ferreira chegou a marcar, mas Renzo estava em posição irregular. Apesar disso, o Real Noroeste tinha as melhores investidas e abriu o placar.

 

Aos 27, em contra-ataque, Jarles Baiano avançou pelo lado esquerdo e tocou para Toni Galego balançar as redes. Gol que garantiu a vitória e o título aos merengues.

COMPARTILHE AGORA MESMO!
COMENTE AGORA MESMO!