CONTATO
EXPEDIENTE
Sucessão no Senado

PSDB libera senadores para votarem em Simone ou Pacheco

COMPARTILHE AGORA MESMO!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no skype
Fonte: Por Lauriberto Pompeu, do Congresso em Foco

A bancada do PSDB no Senado não vai fazer parte da aliança de nenhum dos concorrentes à presidência da Casa. Dividido, o partido liberou seus filiados no Senado a apoiarem qualquer um dos postulantes. Os principais concorrentes são Rodrigo Pacheco (DEM-MG) e Simone Tebet (MDB-MS).

Os senadores José Serra (PSDB-SP), Tasso Jereissati (PSDB-CE) e Mara Gabrilli (PSDB-SP) manifestaram apoio a Simone. Preferem Rodrigo Pacheco, os senadores Plínio Valério (PSDB-AM), Roberto Rocha (PSDB-MA), Izalci Lucas (PSDB-DF) e Rodrigo Cunha (PSDB-AL).

A decisão do PSDB representa um revés para Simone, que contava com o apoio do partido. A emedebista confirmou hoje o apoio do Cidadania e do Podemos, o que dá a ela um bloco de 27 senadores sem considerar as dissidências.

Já o bloco de Pacheco (DEM, PSD, PT, PP, PL, PSC, Republicanos e Pros) tem 38 senadores, faltando apenas três votos para poder ser eleito caso não sejam consideradas as traições. O PDT, que tem três congressistas, também deve apoiar o mineiro.

COMPARTILHE AGORA MESMO!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no skype
LEIA TAMBÉM!!!