Projeto “O Guardião dos Sonhos” aplica restituição do IR na cultura de Ponta Porã e mais três cidades

 

 

Com o apoio da Associação Comercial e Empresarial de Ponta Porã (ACEPP), Ponta Porã, Dourados e Terenos (todos do MS) e Captólio (MG) serão os quatro municípios contemplados com o projeto “Guardião dos Sonhos” que pretende ministrar palestras, oficinas pedagógicas, formação de contadores de histórias, apresentações culturais, cursos EAD e uma campanha de arrecadação de alimentos.

Em Ponta Porã, os idealizadores da proposta são os professores Alessandro José de Lima, Flávia Guimarães e Ronivaldo Ribeiro de Souza. O projeto está em fase de captação de recursos, a fim de que possa ser definitivamente implantado a partir de março de 2019, devendo estender-se até dezembro do mesmo ano.

Todos os produtos oferecidos e que atingirão estudantes de todos os níveis, professores, empresários, comerciantes, profissionais liberais e outras pessoas interessadas em aprender, numa estimativa de atingir 60 mil pessoas em caráter direto e mais de 12 milhões, indiretamente, tem um custo previsto de R$ 678 mil. A proposta é obter esses recursos através do projeto aprovado na Lei Rouanet (8.313/91), destacando-se que as ações realizadas até o dia 27/12/2018 entram na declaração/restituição objetivada para 04/2019.

O mentor de “O Guardião dos Sonhos”, o professor Alessandro José, revela que os patrocinadores (pessoas físicas ou jurídicas) poderão destinar  R$ 50,00,  R$ 150,00,  R$ 300,00,  R$ 800,00 ou outros valores do seu Imposto de Renda (IR) a este projeto aprovado pelo Ministério da Educação e Cultura.

Ele frisa também que, ao destinar o IR para este projeto, há benefícios com marketing, gratuidades e outras contrapartidas; são altamente lucrativos os retornos/contrapartidas aos patrocinadores, principalmente neste início, podendo favorecer tanto o comércio local quanto a comunidade e a administração pública; devido ao público direto e indireto, considerado o marketing em todo Brasil, é uma ótima oportunidade de alavancar Ponta Porã enquanto comércio, turismo ou atividade mestre por ela promovida, tendo na ACEPP o principal parceiro da cultura na região de fronteira.

Veja a seguir mais detalhes sobre o projeto oferecidos por seus idealizadores:

Quantitativos / Estimativas, dividido nas 4 cidades.

  1. A)  Docentes: formação/capacitação e ouvintes a palestras; média de 50 inscrito por cidade; 250 inscrito ao todo.
  2. B)  Discentes maiores de 15 anos oriundos de escolas pólos e vizinhas: formação/capacitação e ouvintes a palestras; média de 15 inscrito por cidade; 140 inscrito.
  3. C)  Agremiações, APMs Escolares, Igrejas: formação/capacitação; ouvintes a palestras; 15 inscrito por cidade; média de 140 inscrito.
  4. D)  Acadêmicos: formação/capacitação; ouvintes a palestras; média de 50 inscrito por cidade; 250 inscrito.
  5. E)   Aberturas (AB) e Apresentações Culturais – encerramento – (AC): 6(AB) de até 600 pessoas (+) 6 (EN) até 4000 pessoas = Total de 7.800 pessoas.
  6. F)  Caravana da Contação de Histórias em cinco (5) localidades, com (6) eventos: 5 X 6 eventos X 600 pessoas = 18.000 beneficiados.
  7. G)  Dez por cento (10%) de vaga gratuita acrescida ao número total de vagas às Palestras, somado a outras reservas: total de 600 vagas/inscrições.
  8. H)   Palestras (PL): 20 (PL) X 300 pessoas (+) 600 gratuidades = 6.600 beneficiados.
  9. I)   Curso Online, EAD: 9400 inscrito.
  10. J)  O Produto de (A) à (J), mais variáveis: 46.678 participantes inscritos.
  11. K)   Estimativa de Público Direto:participantes inscritos (+) pessoas locais não inscritas – público superior a 60.000 beneficiados.
  12. L)  Campanha de Arrecadação de Alimentos:Projeto O Guardião dos Sonhos, em parceria a firmar com Rotari Club, Asoprovida e Forças Armadas; prol arrecadação igual ou superior  75 mil kg de alimentos; prazo de  oito meses;
  13. M)  Estimativa de Público Indireto:superior a 12,5 milhões de pessoas.

 

Mais informações poderão ser obtidas através do telefone (67) 9.9814-7348, ou na fanpage WWW.facebook.com“oguardiaodossonhos”. (Edmondo Tazza – MTE/MS 1266)

Facebook: Comente Aqui