CONTATO
EXPEDIENTE
Incêndio Criminoso

PF investiga se quatro fazendeiros em MS teriam iniciado incêndio no Pantanal

COMPARTILHE AGORA MESMO!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no skype
Fonte: Por Gabriel Maymone, do Midiamax

A PF (Polícia Federal) investiga se 4 fazendas em Corumbá, a 444 km de Campo Grande, iniciaram de propósito queimadas no Pantanal, que se alastraram e devastaram mais de 25 mil hectares do bioma. O inquérito faz parte da Operação Matáá.

Conforme o delegado Daniel Rocha, responsável pelas investigações, os focos de incêndio iniciados nessas propriedades se alastraram e tomaram grande proporção. “A investigação partiu de levantamentos e identificamos focos iniciais dentro de propriedades. Vamos apurar se são de responsabilidade do fazendeiro”, disse à reportagem.

Então, por meio da análise de imagens de satélites e o sobrevoo das áreas, a Polícia Federal conseguiu identificar o início e a evolução diária dos focos de queimadas da região. Assim, durante a investigação, para chegar aos locais das queimadas localizados no interior do Pantanal, foram utilizadas aeronaves e embarcações da Polícia Federal.

Os investigados poderão responder pelos crimes de dano a floresta de preservação permanente (Art. 38, da Lei no 9.605/98), dano direto e indireto a Unidades de Conservação (Art. 40, da Lei no 9.605/98), incêndio (Art. 41, da Lei no 9.605/98) e poluição (Art. 54, da Lei no 9.605/98), cujas penas somadas podem ultrapassar 15 anos de prisão.

COMPARTILHE AGORA MESMO!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no skype
LEIA TAMBÉM!!!