Pesquisadores do CNPq podem ficar sem bolsas a partir de outubro

Foto: Sayonara Moreno/Agência Brasil

Por Revista Fórum*

O orçamento confirmado para 2019 do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) assegura verbas apenas para pagamento de bolsas de pesquisa até setembro. A afirmação é de João Luiz Filgueiras de Azevedo, presidente do órgão, em entrevista ao G1.

Azevedo revela que a verba para 2019 foi reduzida em comparação a 2018. Além disso, parte do dinheiro para este ano foi utilizada para pagamento das bolsas referentes a dezembro de 2018.

O presidente do CNPq acredita que o órgão precisa de cerca de R$ 300 milhões para fechar as contas de 2019.

“Nesse momento, é correta a afirmação. O orçamento paga integralmente as bolsas até setembro. De outubro em diante certamente não paga tudo, provavelmente paga muito pouco”, disse.

Contudo, o problema é ainda pior, pois na sexta-feira (29), o governo Bolsonaro anunciou um contingenciamento de R$ 2,13 bilhões no Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC).

Apoio

Apesar disso, Azevedo explicou que o CNPq conta com o apoio do ministro Marcos Pontes, para tentar reverter o problema: “O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações e Comunicações está plenamente consciente disso, sabe do problema e, mais do que isso, está trabalhando para tentar reverter”, declarou Azevedo.

Facebook: Comente Aqui