EXPEDIENTE
Desmatamento em MS

Pedro Kemp cobra urgência na fiscalização em Bonito para barrar desmatamento criminoso

Fonte: Assessoria

O deputado estadual Pedro Kemp (PT) cobrou hoje (1o), durante sessão plenária on-line, urgência na fiscalização para proteger o meio ambiente e os recursos hídricos de Bonito diante do desmatamento criminoso. “O Imasul [Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul] e o Ministério Público Estadual precisam intervir para evitar desmatamentos e ações de manejos do solo que prejudiquem o meio ambiente. De acordo com os dados, Bonito desmatou 416 hectares, o que corresponde a mais de um campo de futebol por dia. Isso é assustador”, disse.

Segundo dados do Atlas dos Municípios da Mata Atlântica, divulgados pela Fundação SOS Mata Atlântica e Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), entre 2019 e 2020, Bonito liderou o ranking dos municípios que mais desmataram o bioma.

Bonito tem 39.981 hectares de Mata Atlântica e o avanço do desmatamento ocorre desde 2017 e, a partir de 2019 passou de 160 hectares para 416 hectares. Bonito é um dos principais pólos do ecoturismo do Brasil, localizado no meio do Planalto da Serra da Bodoquena. Os rios integram a Bacia Hidrográfica do Alto Rio Paraguai e na sub-bacia do Rio Miranda.

 

 

COMPARTILHE AGORA MESMO!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no skype
COMENTE AGORA MESMO!