OAB foi a única a votar contra aumento superior a 10% na passagem de ônibus aprovada pelo CMTT

Conselheiro Carlos Bordão é o representante da OAB no CMTT em Ponta Porã

Na última semana, durante a primeira reunião do Conselho Municipal de Trânsito e Transporte (CMTT), os conselheiros aprovaram um aumento de R$0,35 na passagem interbairros, valor superior a 10% de aumento.

                A Ordem dos Advogados Brasileiros (OAB), representada pelo conselheiro titular Carlos Bordão e pelo seu suplente, Telmo Veron foi a única instituição a votar contra o aumento que torna a passagem interbairros de Ponta Porã uma das des mais caras do país.

                Atendendo a contato de nossa equipe, Bordão afirmou que a decisão de votar contra o aumento que classificou como abusivo, foi uma decisão conjunta da nova diretoria regionada da OAB, atualmente presidida pelo advogado Arnaldo Escobar.

                Segundo o Conselheiro, atualmente a prestadora do serviço não oferece um serviço de qualidade. “Apesar de não ser usuário, constantemente recebemos reclamações que demonstram que o serviço municipal de transporte público oferecido está muito aquém do que a população pontaporanense merece”. _esclarece Bordão.

                Bordão ainda elenca que a empresa ainda não aponta claramente quais melhorias promoverá no serviço, que justifiquem o aumento.

               Atualmente estudantes e trabalhadores empregados do comercio de Ponta Porã são os principais usuários do serviço de transporte público coletivo em Ponta Porã, mesmo assim representantes da UPEr votaram a favor do aumento.

Em contato com nossa equipe, os representantes do Sindicato dos Empregados do Comércio afirmaram que não puderam participar da reunião porque os conselheiros titular e suplentes estavam em viagem.

Facebook: Comente Aqui