EXPEDIENTE
Apesar de não seguir na chapa presidencial, general reforçou apoio a reeleição de Jair Bolsonaro (PL)

Mourão se filia ao Republicanos e confirma pré-candidatura ao Senado pelo RS

Fonte: Por Douglas Porto da CNN

O vice-presidente general Hamilton Mourão se filiou, nesta quarta-feira (16), ao Republicanos e confirmou sua pré-candidatura ao Senado Federal pelo estado do Rio Grande do Sul nas eleições de 2022.

 

“Resolvi juntar-me a esse valoroso grupo de homens e mulheres que integram o Republicanos com a finalidade de assumir a pré-candidatura ao Senado Federal pelo meu estado natal, o Rio Grande do Sul”, declarou Mourão, que nasceu em Porto Alegre, em 1953.

 

Durante a cerimônia que ocorreu em Brasília, na sede da legenda, Mourão mostrou lealdade e apoio a reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL).

 

“Cheguei aqui como vice-presidente do presidente Jair Bolsonaro e ele sabe perfeitamente que tem toda minha lealdade e apoio irrestrito em seu projeto de reeleição, que considero fundamental para que continuemos a dar os passos necessários no rumo das soluções, para que o Brasil atinja seu destino manifesto: ser a maior e mais próspera democracia liberal ao sul do Equador.”

 

A informação da candidatura do general havia sido confirmada à CNN em 23 de fevereiro, após um acerto com o presidente do partido, deputado federal Marcos Pereira.

 

Filiado ao PRTB até então, o general decidiu migrar para um partido maior a fim de ter maior acesso ao fundo eleitoral e a tempo de propaganda na televisão.

 

Também houve negociações com o Progressistas e o União Brasil.

 

Em entrevista à CNN em 9 de fevereiro, avaliando o que impossibilitou sua continuidade como vice-presidente, Mourão alegou que procurou “atuar dentro dos limites da atuação do vice no sentido de facilitar a vida do presidente”, mas que a intenção pode não ter ficado para o presidente Jair Bolsonaro (PL).

 

Para ele, o general Walter Braga Netto, atualmente no cargo de ministro da Defesa, seria “uma pessoa extremamente capacitada para ser o novo vice-presidente junto com Bolsonaro”.

 

CNN realizará o primeiro debate presidencial de 2022. O confronto entre os candidatos será transmitido ao vivo em 6 de agosto, pela TV e por nossas plataformas digitais.

COMPARTILHE AGORA MESMO!
COMENTE AGORA MESMO!