EXPEDIENTE
impeachment

MBL e Vem Pra Rua decidem promover manifestações contra Bolsonaro

Fonte: Por Congresso em Foco

O Movimento Brasil Livre (MBL) e o Vem Pra Rua (VPR) indicaram nesta terça-feira que vão promover uma manifestação popular contra o presidente Jair Bolsonaro. Os dois grupos tiveram participação central nos atos de rua que culminaram no impeachment de Dilma Rousseff, em 2016.  Os coletivos devem indicar a data e os locais das manifestação ainda nesta quinta-feira (8).

De acordo com o MBL a manifestação a ser organizada por eles não deve contar com a adesão da esquerda, que tem promovido atos volumosos desde o início de maio. O Movimento, do qual o deputado Kim Kataguiri (DEM-SP) é fundador, promete uma manifestação “sem bandeiras vermelhas, sem black blocs ou violência”, em resposta a excessos apontados nas manifestações realizadas a favor do impeachment do presidente.

Em 2019, com receio de atrapalhar as reformas que o governo pretendia fazer passar no Congresso, tanto MBL quanto o Vem Pra Rua passaram a evitar ir sair às manifestações de apoio ao presidente. Eles logo se converteram em alvo de ataques nas rede sociais por bolsonaristas.

No caso do Vem Pra Rua, os integrantes do movimento chegaram ir às ruas em favor do governo Bolsonaro, no início do mandato, demonstrando apoio a pautas como a reforma da previdência e o chamado “pacote anticrime”. Porém, a demissão do ex-juíz Sergio Moro do cargo de ministro da Justiça e Segurança Pública, em abril de 2020, selou o fim da relação com a base de apoio bolsonarista.

COMPARTILHE AGORA MESMO!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no skype
COMENTE AGORA MESMO!