EXPEDIENTE
Levantamento é do G1

Manifestações de caminhoneiros entram no terceiro dia esvaziadas

Fonte: G1

Caminhoneiros fazem o terceiro dia de manifestações a favor do governo do presidente Jair Bolsonaro e contra os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) em estradas do país nesta sexta-feira (10). Os protestos seguem perdendo força, embora ainda haja pontos de bloqueio em alguns estados.

Levantamento do G1 junto à Polícia Rodoviária Federal (PRF) aponta que há interrupções em pelo menos 3 estados: Mato Grosso, Pará e Rondônia. Foram verificados ainda pontos de manifestação sem bloqueio no Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul e Paraná.

Em Santa Catarina, dois pontos de bloqueio verificados no início do dia já haviam sido liberados pela manhã. Na Bahia, também houve liberação do tráfego.

Mais cedo, o Ministério da Infraestrutura informou que apenas 3 estados seguiam com pontos de concentração de caminhoneiros em rodovias federais: Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Rondônia.

Na quinta-feira, concentrações foram registradas em rodovias de pelo menos 16 estados.

Na maioria dos locais, apenas carros pequenos, veículos de emergência e cargas de alimentos perecíveis tiveram o trânsito liberado pelos manifestantes.

Veja onde há protestos

 

Na Bahia, eram três pontos de bloqueio em duas rodovias do oeste do estado às 7h45 da manhã: dois trechos da BR-242 e um da BR-020, todos na cidade de Luís Eduardo Magalhães. Ao final da manhã, segundo a PRF, todos estavam liberados.

Em Mato Grosso, duas rodovias federais tinham manifestações de caminhoneiros pela manhã. Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), confirmadas às 8h40, um trecho da BR-158 e um da BR-163 seguem com bloqueios.

Em Mato Grosso do Sul, há manifestações em quatro pontos – todos sem interdições: Km 4 da BR-262, em Três Lagoas; Km 614 da BR-163, em São Gabriel do Oeste; Km 38 da BR-163, em Eldorado e Km 290 da BR-163, em Douradina. Nos três primeiros, os protestos são de caminhoneiros bolsonaristas, e no último, de produtores rurais.

No Pará, há dois pontos com restrição de passagem para alguns caminhões de carga na BR-010, sendo no km 165 em Paragominas e km 272 em Mãe do Rio.

No Paraná, há um ponto de manifestação sem bloqueio no km 100 da rodovia estadual PR 466, na altura de Jardim Alegre, segundo a Polícia Rodoviária Estadual.

No Rio Grande do Sul, caminhoneiros realizam manifestações sem bloqueios em rodovias federais: em Cruz Alta, na altura do km 190 da BR-158; em Ijuí, na altura do km 460 da BR-285; em Santa Rosa, na altura do km 160 da BR-472; em Dom Pedrito, na BR-293, altura do km 246; e em Bagé, na altura do km 182 da BR-293.

Em Rondônia, são dois pontos de interdição total: um na BR-364, na região de Ariquemes, e outro na BR-421, em Monte Negro. Pontos que estavam bloqueados em Vilhena e em Candeias do Jamari, próximo a Porto Velho, foram liberados para todos os veículos.

Em Santa Catarina, caminhoneiros realizaram manifestações e bloquearam dois pontos da BR-280 em Canoinhas, no Norte catarinense pela manhã.

Por volta das 10h15, não havia nenhum bloqueio de caminhões por manifestantes em rodovias federais do estado.

COMPARTILHE AGORA MESMO!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no skype
COMENTE AGORA MESMO!