EXPEDIENTE
A revista “Politique Internationale”, autora da homenagem, diz que os governos de Lula são “uma obra marcada pelo desejo de promover a igualdade racial e social em seu país”

Lula recebe prêmio na França e dedica “à coragem do povo brasileiro”

Fonte: Por Lucas Vasques da Revista Fórum

O ex-presidente Lula (PT) continua sendo celebrado de todas as formas em sua viagem à Europa. Após ser recebido como chefe de Estado pelo presidente da França, Emmanuel Macron, no Palácio do Elysée, ele ganhou, nesta quarta-feira (18), em Paris, o prêmio “Coragem Política”.

 

A homenagem é concedida pela revista Politique Internationale. Lula agradeceu a premiação pelas redes sociais.

 

“Mais do que um reconhecimento pessoal, essa é uma homenagem à coragem do povo brasileiro, que ao longo séculos enfrentou com grande determinação a opressão e as injustiças”, postou o ex-presidente.

A revista diz que as gestões de Lula são “uma obra marcada pelo desejo de promover a igualdade racial e social em seu país”, ressaltando que, na sua gestão, 30 milhões de brasileiros saíram da pobreza.

A escolha se deu também porque, segundo a publicação, Lula “volta a encarnar a esperança aos olhos de uma grande maioria dos seus compatriotas, decepcionados com a gestão de Bolsonaro”.

O Prêmio Coragem Política é distribuído pela revista desde 1981, sempre em reconhecimento às qualidades necessárias a uma liderança.

 

A premiação já foi concedida ao papa João Paulo II; aos prêmios Nobel da Paz, Anouar el Sadate, ex-presidente do Egito, e Frederik De Klerk, ex-presidente da África do Sul.

 

Lula debateu com Macron futuro acordo entre América Latina e União Europeia

 

Lula foi recebido, na manhã desta quarta (17), pelo presidente Macron, na residência oficial do mandatário francês. A chegada do petista foi precedida de uma marcha da guarda, honraria para receber chefes de Estado.

 

Desafeto de Jair Bolsonaro, Macron debateu com Lula um futuro acordo entre América Latina e União Europeia, segundo informou o ex-presidente.

 

Durante sua viagem pela Europa, o petista encontrou-se com o futuro chanceler da Alemanha, Olaf Scholz, e ainda se reunirá com o primeiro-ministro da Espanha, Pedro Sánchez.

COMPARTILHE AGORA MESMO!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no skype
COMENTE AGORA MESMO!