EXPEDIENTE
COVID-19

Mãe que antecipou parto para ser intubada morre vítima da covid-19

Fonte: Por Clayton Neves

Após 24 dias de internação lutando contra a covid-19, Lilian Gonçalves de Souza não resistiu aos efeitos do vírus e morreu na noite deste sábado (24), aos 35 anos. No último dia 1°, ela precisou fazer um parto de emergência e deu à luz ao pequeno Arthur aos sete meses de gestação. Em seguida, sem conseguir ver o filho, ela foi intubada para tratar a doença.

Segundo pessoas próximas à família, a batalha de Lilian pela vida terminou por volta das 19h30. Ela estava internada no Hospital Regional de Campo Grande.

No início da semana, uma amiga contou que fungos haviam se alojado no pulmão da auxiliar de dentista. Ela precisou passar por procedimento de traqueostomia e tomava antibióticos para controlar infecções.

Lilian testou positivo para acovid-19 depois de apresentar quadro de falta de ar, dor nas costas e muita tosse. Ela foi levada para o hospital e logo em seguida passou mal e precisou fazer o parto para ser intubada.

Arthur nasceu prematuro e segue internado no Hospital Regional. A mãe não chegou a conhecê-lo porque teve de ser sedada para o parto e a intubação.

COMPARTILHE AGORA MESMO!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no skype
COMENTE AGORA MESMO!