CONTATO
EXPEDIENTE
Suspeita de tráfico

Helicóptero cai e pega fogo ou é incendiado na região de Iguatemi

COMPARTILHE AGORA MESMO!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no skype
Fonte: Por Avelino Neto, do Ponta Porã News

Policiais e Peritos da Diretoria de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado – DRACCO, chefiados pela delegada Ana Cláudia Medina seguem ainda esta noite para a região de Iguatemi para investigar um caso de queda e incêndio de aeronave na região.

As informações ainda são mínimas, constando apenas que um helicóptero, possivelmente Robson 44 caiu na região e pegou fogo. Até o momento a informação é de que não haveria vítimas na aeronave sinistrada, assim como é desconhecida a circunstância do acidente, mas é dado como certo de que o voo na região não seria de conhecimento das autoridades aeronáuticas.

A Polícia não confirma nem descarta a possibilidade de que a aeronave estivesse a serviço do narcotráfico na fronteira Paraguai/Brasil. Robson usado no tráfico Os helicópteros Robson 44, por sua agilidade e baixo custo operacional, teria entrado na preferência do narcotráfico, que nos últimos meses tem perdido várias dessas aeronaves em acidentes, panes e principalmente apreensões em Mato Grosso do Sul e São Paulo na chamada Rota Caipira onde um deles foi apreendido no final da semana passada.

“Liquidação”

Por conta de um problema técnico constatado pelo fabricante e que exige manutenção imediata em uma série dos Robson 44 e essa manutenção ser extremamente cara, praticamente não compensando ao proprietário ou operador, elas passaram a ser vendidas a preços extremamente baixos pelos proprietários. Mesmo diante do risco que a não realização da manutenção recomendada pode resultar em sinistros, o narcotráfico e garimpeiros ilegais passaram a comprar as aeronaves condenadas. Elas então passaram a ser empregadas no transporte principalmente de cocaína da Bolívia e Paraguai para o Brasil. Algumas dessas aeronaves já caíram ou apresentaram pane e foram abandonadas por seus pilotos, em alguns casos incendiadas para apagar pistas.

COMPARTILHE AGORA MESMO!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no skype
LEIA TAMBÉM!!!