Haddad em ato Lula livre: “Moro veste a camisa do Bolsonaro e Justiça não pode ter torcida”

Haddad em ato pela liberdade de Lula em Florianópolos (Foto: Ricardo Stuckert)

Por Revista Fórum*

“Moro veste a camisa do Bolsonaro, e Justiça não pode ter torcida”, afirmou Fernando Haddad neste sábado (6) ao participar de ato pela liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em Florianópolis (SC). As informação são da Rede Brasil Atual.

A Caravana Lula Livre pelo Sul, que saiu nesta sexta-feira (5) de Porto Alegre, levou milhares de pessoas para um grande ato realizado no centro da capital catarinense.

Haddad comparou o então juiz Sergio Moro, hoje ministro, a um árbitro de futebol, que tomou partido na sua função de magistrado. E denunciou que Moro condenou Lula injustamente, e que, inclusive, não era de sua competência julgar o processo contra o ex-presidente, uma vez que o objeto não tinha nada a ver com a Petrobras.

“Moro transformou o julgamento de Lula em uma questão pessoal, e não de direito. Um juiz não pode tomar partido, não pode ter filiação partidária. Vocês aceitariam ir para um campo de futebol e ver o juiz torcer por um dos times?”, indagou. E foi além: “Moro veste a camisa do Bolsonaro, e Justiça não pode ter torcida”, argumentou o ex-ministro da Educação.

Facebook: Comente Aqui