Gustagol marca e Timão conquista troféu com empate diante do Santos

Jogadores entram em campo em meio a torcida para jogo diante do Santos. Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press

Corinthians Santos testaram seus elencos em amistoso na Arena de Itaquera na tarde desse domingo. Fábio Carille e Jorge Sampaoli utilizaram 42 atletas ao todo, diante de pouco mais de 33 mil torcedores. Gustagol foi quem se destacou pelo Timão ao marcar o gol da equipe ainda no primeiro tempo. O Peixe empatou graças a gol contra de Pedro Henrique. O jogo terminou com o empate por 1 a 1, mas os corintianos ficaram com o Troféu Gylmar dos Santos Neves por terem recebido um cartão amarelo a menos que os rivais (4 a 3).

Antes da bola rolar, um clima atípico tomou conta do clássico. Primeiro, as duas delegações almoçaram juntas no CT Joaquim Grava. Em Itaquera, os jogadores alvinegros foram apresentados ao seu torcedor com direito a passagem pelo meio dos torcedores, no setor Oeste do estádio.

O ambiente era realmente amistoso, mas, quando a bola rolou, tudo mudou. Ao velho estilo Carille, os donos da casa deram a bola aos visitantes. Na primeira oportunidade que teve de ser mais incisivo, o Corinthians foi fatal.

André Luis se beneficiou de passe de letra errado de Bruno Henrique e cruzou na medida para Gustagol abrir o placar. A comemoração do centroavante foi intensa, afinal, 2019 representa seu retorno ao clube de coração depois de uma passagem lamentável em 2016.

O Peixe detinha mais posse de bola, rodava a bola, mas pecava nos passes mais agudos. Em um dos contra-ataques corintianos, Jadson deixou Gustagol na cara de Vanderlei. Victor Ferraz cometeu falta e atrasou a jogada. O centroavante insistiu, mas chutou desequilibrado e desperdiçou uma grande oportunidade.

Nesse ritmo, o Corinthians por muito pouco não aumentou sua vantagem no placar. A jogada parecia replay do gol. André Luis levantou e Gustagol cabeceou firme. Dessa vez, porém, o goleiro santista executou um verdadeiro milagre e ainda contou com o travessão para impedir que a bola entrasse.

No lance seguinte, o Santos cobrou bola na área corintiana e Pedro Henrique mandou contra o próprio patrimônio. Assim, o primeiro tempo terminou empatado, mesmo que o desempenho dos times não tenha mostrado exatamente isso.

Facebook: Comente Aqui