CONTATO
EXPEDIENTE
Atuação

Governador atende Marçal e destina R$ 9,2 milhões para socorrer a saúde em Dourados

COMPARTILHE AGORA MESMO!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no skype
Fonte: Por Marçal Filho

Governador atende Marçal e destina R$ 9,2 milhões para socorrer a saúde em Dourados

O governador Reinaldo Azambuja atendeu pedido do deputado estadual Marçal Filho (PSDB) e encaminhará R$ 9,2 milhões para socorrer de forma emergencial a saúde em Dourados. A ordem de serviço para liberação do recurso será assinada nesta sexta-feira (19) pelo secretário de Estado da Casa Civil, Sérgio de Paula.

Parte do valor será destinado para quitar a folha de salário de médicos, atrasado há pelo menos três meses, bem como dos demais profissionais da saúde. Esse valor totaliza R$ 4,7 milhões. Outros R$ 4,5 milhões terão como prioridade o pagamento de fornecedores de materiais de insumos para UPA e Hospital da Vida.

“A saúde em Dourados está à beira do colapso. Quase todos os meses vemos trabalhadores em protesto em decorrência do atraso de pagamento. Eles também reclamam sobre a falta de materiais básicos para atender pacientes. Sabemos que a prefeitura é a responsável pelos pagamentos e pela compra de insumos, porém, como a administração municipal enfrenta grande dificuldade financeira, busquei auxílio junto ao governador Reinaldo, que mais uma vez demonstrou preocupação com a cidade e vai nos ajudar”, diz Marçal Filho.

A UPA e o Hospital da Vida são administrados pela Fundação de Serviços da Saúde (Funsaud), autarquia subordinada à Prefeitura. A dívida da entidade passa de R$ 70 milhões e acumula um saldo negativo mensal de R$ 2,5 milhões.

Os débitos também se estendem a prestadores de serviço, sobretudo dívidas tributárias e precatórios. Até a conta de energia não é paga desde março do ano passado. A concessionária Energisa cobra da Funsaud contas em atraso no valor de R$ 714 mil.

O recurso encaminhado pelo governador não irá resolver o problema da saúde em Dourados, no entanto, irá garantir o salário em dia dos profissionais e pagar os fornecedores. Muitos deles deixaram de vender para a prefeitura devido ao acúmulo de dívidas.

O secretário da Casa Civil Sérgio de Paula virá a Dourados e assinará a ordem de liberação de recursos na Prefeitura.

COMPARTILHE AGORA MESMO!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no skype
LEIA TAMBÉM!!!