EXPEDIENTE
Brasil nas Olimpíadas

Futebol feminino: Brasil ‘economiza’ contra Zâmbia e pega Canadá nas quartas

Fonte: Por Leandro Iamin, colaboração para a CNN

O Brasil venceu a Zâmbia por 1×0 na manhã desta terça-feira (27), em Saitama, e finalizou a primeira fase do torneio de futebol feminino nas Olimpíadas de 2020 com 7 pontos e na segunda colocação do Grupo F. O único gol da partida foi marcado por Andressa Alves, seu segundo na competição.

Com o resultado, o Brasil terá como adversário, nas quartas de final, o Canadá, segundo do grupo E. Caso avance, o cruzamento impõe às brasileiras, na semifinal, um confronto com Estados Unidos ou Holanda.

O lance que definiu o duelo em Saitama aconteceu logo aos 11 minutos do primeiro tempo. Mweemba fez falta em Ludmila, que, na queda, atingiu a goleira Hazel. A zagueira zambiana foi expulsa, e a goleira precisou sair do jogo, lesionada. Na cobrança da falta, Andressa Alves fez o gol brasileiro. Com uma a menos, uma goleira fria e o placar aberto, o jogo da Zâmbia ficou comprometido.

Com a partida controlada e sem necessidade de grande esforço, veio a calhar a escolha de Pia Sundhage por mesclar o time titular habitual com reservas, dispostas a mostrar serviço e ganhar minutos no time. Lelê, Poliana, Jucinara, Angelina, Andressa e Ludmila foram as caras novas escaladas. Aos 25, Giovana entrou na vaga de Bia, que machucou o rosto. Sete mudanças, portanto.

As alterações, porém, não foram suficiente para colocara fogo no jogo. Ao contrário, o ritmo brasileiro foi lento e desinteressante. O primeiro tempo acabou 1×0 em marcha lenta, seja pelo andamento natural da partida, seja pelo cálculo malicioso do cruzamento na fase final. Marta e Formiga não voltaram para o segundo tempo.

Holanda vence, Estados Unidos empatam

No outro jogo do grupo, a Holanda foi para o intervalo vencendo a China por 3×1, resultado que ampliava o saldo de gols do time laranja e consolidava a equipe na liderança na primeira fase.

Como as duas melhores terceiras se classificam, as derrotas de chinesas e zambianas levaram Austrália e Japão, terceiras dos outros grupos, para as quartas.

Mais cedo, às 5h, Estados Unidos e Austrália se enfrentaram. O time da Oceania precisava da vitória para passar sem riscos, e encontrou as americanas atuando com humildade e precaução. Após alguns sustos na primeira etapa, os Estados Unidos controlaram bem as oponentes no segundo tempo, que não saiu do 0x0.

No outro jogo do grupo, a Suécia, 100% no torneio, venceu a Nova Zelândia por 2×0, em outra atuação sólida, e se garantiu em primeiro.

Agora, as canadenses

Às 8h, pelo grupo E, Canadá e Grã-Bretanha empataram em 1×1. O time britânico, que já era melhor em campo, aumentou demais o nível de sua atuação após a canadense Leon abrir o placar aos 10 do segundo tempo em um raro lance de perigo de sua equipe.

Era a liderança do grupo que estava em jogo. Weir, aos 40 da etapa final, empatou, garantiu as britânicas no primeiro lugar e jogou o Canadá para o confronto com o Brasil.

O Japão, na outra partida do grupo, só precisava de um empate contra o Chile para se garantir em 3º, e fez um jogo seguro. A vitória por 1×0 veio com um gol tardio e merecido, feito por Tanaka, aos 32 do segundo tempo.

Enquanto o Brasil via o tempo passar sem ambição em Saitama e a Holanda fazia impressionantes 8×2 na China, o torneio ganhava o seu formato definitivo para a fase eliminatória, com todas as partidas marcadas para a sexta-feira (30):

  • Canadá x Brasil  (5h, horário de Brasília)
  • Grã Bretanha x Austrália (às 6h)
  • Suécia x Japão (às 7h)
  • Holanda x Estados Unidos (às 8h)
COMPARTILHE AGORA MESMO!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no skype
COMENTE AGORA MESMO!