EXPEDIENTE
Integração de órgãos do Estado desburocratiza compartilhamento de informações de bilhetes de passagem eletrônicos

Fiscais Tributários de MS são reconhecidos por projeto inovador

Fonte: Sindifiscal MS

Referência nacional em documentação fiscal eletrônica, o fiscal tributário estadual Daniel Pereira de Carvalho, que é membro do Conselho Fiscal do Sindifiscal/MS (Sindicato dos Fiscais Tributários Estaduais de Mato Grosso do Sul), junto com o fiscal Marcelo de Vasconcelos Czaya e as servidoras da Agepan, Caroline Farias Tomanquevez e Marisa Oliveira, foram vencedores do XVI Prêmio de Inovação na Gestão Pública, na modalidade ‘’Prática Inovadora de Sucesso”. Os três primeiros colocados foram reconhecidos e homenageados no dia do Servidor Público, dia 28 de outubro. A premiação foi promovida pela Escola de Governo de MS, ligada à Secretaria de Administração e Desburocratização do estado de MS.

O projeto integra o sistema da Secretaria de Fazenda com a Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de MS – Agepan. Funcionando desde 2020, esse novo programa para integração de bilhetes, usado no transporte intermunicipal, reduz a burocracia para as empresas de transportes e acaba com a duplicidade de informações para os órgão públicos.

A vantagem da integração do BP-e é a eliminação da assimetria de informações que é ter sistemas diferentes abastecidos por diversas fontes, aumentando os erros na concessão das gratuidades do transporte e dificultando a eficiência da atividade fiscalizatória. Hoje, o BP-e é obrigatório para as empresas de transporte de passageiros, as informações prestadas pelas empresas de ônibus já são padronizadas. Com essa fiscalização é possível identificar quanto as cotas da movimentação dos passageiros com a circulação de veículos, o trânsito de ônibus clandestinos e não regulados nas rodovias estaduais e a ampliação da fiscalização dos aplicativos de fretamento (Buser, 4bus).

Para Marcelo Czaya, a premiação é o reconhecimento de todo o trabalho realizado. “É o reconhecimento de todo o trabalho que vai do pensar, planejar, alterar a parte legislativa, desenvolver o sistema”, comentou, apontando a evolução desse trabalho. Durante a premiação, Daniel destacou a importância de integração das áreas e dos órgãos do governo para garantir o benefício ao cidadão. “Fala-se sobre a necessidade de integrar. Integração exige um esforço conjunto de todas as partes envolvidas e, acima de tudo, empatia. Essa parceria com a Agepan garantiu impacto positivo para a sociedade e para as empresas de transporte”, finalizou.

O objetivo do Prêmio de Inovação na Gestão Pública é incentivar o desenvolvimento de projetos que  propõem modernidade e o aprimoramento da Gestão Pública. Foram três colocações, do 1º ao 3º lugar, em duas modalidades, “Práticas Inovadoras de Sucesso” e “Ideias Inovadoras Implementáveis”, com R$ 24 mil reais em prêmios. Os finalistas foram selecionados pela Comissão Julgadora composta por membros indicados pela Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização (SAD), pela Fundação Escola de Governo (Escolagov), Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul (Fundect), Secretaria de Governo e Gestão Estratégica (SEGOV) e Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS). Nesta edição, foram 67 projetos inscritos.

COMPARTILHE AGORA MESMO!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no skype
COMENTE AGORA MESMO!