Ex-Ministro de Temer nega responsabilidade sobre edital que permite erros e publicidade em livros didáticos para Escola Pública

Ex-ministro da Educação, Rossieli Soares da Silva

Do Estado de Minas:

O ex-ministro da Educação na gestão de Michel Temer, Rossieli Soares, voltou a negar responsabilidade por mudanças nos critérios de avaliação dos livros didáticos. Conforme o jornal O Estado de S.Paulo revelou, o texto publicado no Diário Oficial da União (DOU) no dia 2 de janeiro retirava a exigência de que as obras tivessem referências bibliográficas, deixava de proibir publicidade e o controle de erros passava a ser menos rígido, permitindo assim erros nos livros.

Em entrevista à Rádio Eldorado, o ex-ministro e agora secretário da Educação em São Paulo, disse que não sabe o que aconteceu. “Nós não fizemos nenhuma alteração, não entendemos o que aconteceu, não posso me responsabilizar sobre publicações no Diário Oficial do dia 2 de janeiro, quando já não era mais ministro”, afirmou.

Rossieli Soares voltou a falar que a única mudança no edital feita pela gestão anterior envolvia o esclarecimento de regras sobre arquivos audiovisuais que acompanham os livros didáticos. No edital publicado, metade de um item que se referia às mulheres foi cortado em relação à versão anterior. O ex-ministro declarou que não haveria motivo para este tema ter sido suprimido.

(…)

Facebook: Comente Aqui