CONTATO
EXPEDIENTE
Corrupção

Ex-deputado ‘recrutava’ fazendeiros para esquentar propina de Reinaldo com notas falsas

COMPARTILHE AGORA MESMO!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no skype
Fonte: Por Markon Machado

lém de emitir quase R$ 900 mil em notas fiscais frias, Osvane Ramos (PSDB), ex-deputado estadual de Mato Grosso do Sul preso na Operação Vostok, em setembro de 2018, ‘recrutou’ fazendeiros que também soltaram notas falsas para esquentar propina paga ao grupo do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), segundo a Polícia Federal.

Osvane Aparecido Ramos tem 53 anos. É pecuarista, já foi petista e prefeito de Dois Irmãos do Buriti. E foi na região que outros produtores rurais citaram o ex-deputado como uma espécie de ‘agenciador’. Segundo apurou o Jornal Midiamax, ele intermediou com fazendeiros a emissão notas fiscais que ‘esquentaram’ o esquema de corrupção no Governo de Mato Grosso do Sul.

Além das vantagens financeiras, haveria interesse em ‘fazer um favor’ ao grupo que chegou ao Governo de MS em 2015 com a eleição de Reinaldo e acabou classificado como ‘organização criminosa’ no Inquérito Policial 4-2019-1, da Dicor/PF (Diretoria de Investigação e Combate ao Crime Organizado da Polícia Federal).

 

Fonte:Aliny Mary Dias

COMPARTILHE AGORA MESMO!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no skype
LEIA TAMBÉM!!!