EXPEDIENTE
Jogaço de ida ocorreu em Portugal

Em partida disputada, Benfica e Ajax abrem confronto das oitavas da Champions com empate

Fonte: Gazeta Esportiva

Nada de resolvido entre Benfica e Ajax pelas oitavas de final da Liga dos Campeões. Nesta quarta-feira, as equipes se enfrentaram no Estádio da Luz, em Lisboa, e, em jogo de ótimo futebol, ficaram no empate por 2 a 2.

 

Agora, os times só voltarão a se enfrentar no dia 15 de março, desta vez em Amsterdã, na Johan Cruyff Arena, com mando, claro, do Ajax. A bola rola às 17h (de Brasília).

Esta edição da Liga dos Campeões não conta mais com o gol fora de casa como critério de desempate. Portanto, no caso de qualquer outra igualdade na partida de volta, o jogo irá para os pênaltis.

 

Porém, antes disso, as equipes têm compromissos por suas ligas nacionais. Pelo Campeonato Português, o Benfica terá pela frente o Vitória de Guimarães, às 15h deste domingo, em casa. Já o Ajax, pelo Holandês, enfrenta o Go Ahead Eagles, também no domingo, às 12h45, fora de seus domínios.

 

O jogo – Num primeiro muito movimentado, o Ajax controlou as principais chances de ataque e, não a toa, saiu na frente aos 17 minutos.

 

Na ponta direita, Mazraoui tabelou com Antony e, no cruzamento, achou Tadic com completa liberdade no lado esquerdo. O camisa 10 mandou de primeira, no alto, sem chances de defesa.

 

Não muito depois, aos 25, o Benfica chegou ao empate. Vertonghen, com a bola dominada pela esquerda, fez cruzamento rasteiro e fechado para a pequena área. Tentando afastar, o atacante Sébastien Haller, artilheiro da competição, foi infeliz e mandou contra o próprio gol.

 

Porém, logo em seguida, o francês se redimiu. Aos 28, Berghuis achou linda bola para o centroavante, que, mesmo pressionado por Vertonghen, conseguiu finalizar.

 

Na primeira, melhor para o goleiro Odisseas. Porém, no rebote, não teve jeito, mais um do artilheiro na Liga dos Campeões.

 

Na segunda etapa, o Benfica equilibrou as ações e passou a levar mais perigo, principalmente em jogadas de Darwin Núñez e Rafa Silva.

 

Este último, inclusive, teve participação no gol de empate. Rafa puxou contragolpe e armou Golçalo Ramos pelo meio.

 

O camisa 88 arriscou de fora e o goleiro espalmou de forma estranha. A bola ficou solta na área, e Yaremchuk mandou para dentro.

COMPARTILHE AGORA MESMO!
COMENTE AGORA MESMO!