CONTATO
EXPEDIENTE
Ocupação na Ferroviária I

Em nota, representante da Associação de Moradores diz que não há lei do silêncio, nem toque de recolher no Ferroviária I

COMPARTILHE AGORA MESMO!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no skype
Fonte: Por Markon Machado

 

 

A ocupação do bairro Ferroviária I, onde cerca de quatrocentas famílias vivem na área de central de Ponta Porã, local que tem sido chamado por alguns de “Favelinha” ou “Cidade de Deus” foi destaque na imprensa na última semana.

Uma reportagem publicada no site Conjecturas PPMS sobre atual situação na região repercutiu e não agradou membros da Associação dos Moradores do bairro.

Segundo reportagem repercutida pelo site Ponta Porã Informa, há um espécie de lei do silêncio, toque de recolher e domínio de pequenos grupos na região.

A reportagem afirma ainda que há, inclusive, uma cobrança por parte do tal grupo,que se encarregaria de realizar cobranças em favor dos pequenos comerciantes do bairro, que estariam vendendo aos seus vizinhos, sob fiança de que o grupo se encarregue de que o pagamento seja realizado todo sábado.

No entanto, um dos moradores da região, Jean Lana, divulgou uma nota de repúdio nesta quinta-feira (14), em que afirma que as informações divulgadas não condizem com a realidade.

Na nota, Jean Lana, que afirma ser um dos representantes da Associação de Moradores da Região diz que nunca houve lei do silêncio, nem toque de recolher, mas que há uma Associação de Moradores que luta por melhorias para os moradores.

Jean ainda afirma que no bairro, o que predomina, são homens e mulheres que batalham diariamente com suas famílias.

 

Confira a nota do representante da Associação na íntegra:

 

 

 

Ponta Porã , 14 de janeiro de 2021

 

NOTA DE REPÚDIO

 

Eu Jean Lana juntamente com todos Moradores da Ferroviária (área ocupada da União) venho por meio desta nota pública REPUDIAR a publicação caluniosa feita através das mídias sociais pelo CONJECTURASPPMS.COM.BR e PONTAPORAINFORMA.COM.BR relatando inverdades a respeito do bairro que hoje reside mais de 400 famílias não 100 famílias como o relatado, aqui nunca foi imposto uma lei de silêncio ou toque de recolher, não existem pequenos grupos que dominam o território ou algo do tipo; existe sim um grupo de moradores que luta por melhorias para todos que aqui vivem.

No nosso Bairro o que predomina nos dias de hoje são homens e mulheres que batalham diariamente para “ salir adelante “ com suas famílias.

Por isso manifestamos nosso mais veemente repúdio a essas PUBLICAÇÕES CALUNIOSAS que foram feitas numa clara tentativa de manchar e denegrir a reputação dos que aqui vivem e residem.

Quero aqui salientar que críticas são bem-vindas no sentido de buscar soluções e melhorias, somos todos a favor da liberdade de imprensa, que deve ser feita com responsabilidade e seriedade e pautada sempre na VERDADE e não na mentira ou em seus próprios interesses.

 

 

JEAN LANA

REPRESENTANTE DA ASSOCIAÇÃO DOS MORADORES

 

Veja também a reportagem do ConjecturasPPMS publicada também no Ponta Porã Informa:

 

https://www.conjecturasppms.com.br/noticia/220/cidade-de-deus-tem-suas-proprias-leis-e-toque-de-recolher-em-ponta-pora

 

https://www.pontaporainforma.com.br/cidade-de-deus-tem-suas-proprias-leis-e-toque-de-recolher-em-ponta-pora/

 

O Líder News procurou os jornalistas reponsáveis pelos sites citados na nota individual do representante da Associação dos Moradores do Ferroviária I

 

Diretor-Proprietário do ConjecturasPPMS, o jornalista Carlos Monfort disse apenas que a reportagem expõe o que moradores lhe relataram, não citaram a existência de nenhuma Associação de Moradores existente no bairoo e acrescentou: “Realizo meu trabalho com coragem e de forma independente.”

 

Já o jornalista Tião Prado, diretor-proprietário do site Ponta Pora Informa, também citado na nota disse que sua equipe apenas repercutiu a reportagem do ConjecturasPPMS.

 

 

COMPARTILHE AGORA MESMO!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no skype
LEIA TAMBÉM!!!