EXPEDIENTE
Prisão ocorreu na última terça-feira

Em Moscou, cinco crianças são presas em protesto contra a guerra

Fonte: Por Júlia Portela

Cinco crianças entre 7 e 11 anos foram presas, na última terça-feira (1º/3), após participarem de um protesto antiguerra, em Moscou.

 

As crianças seguravam flores e cartazes com a frase “No war” (Não à guerra, em tradução livre), em frente à Embaixada da Ucrânia.

A professora universitária Alexandra Arkhipova foi a primeira a compartilhar a história. Segundo ela, duas mulheres, mães das crianças, também foram presas.

Arkhipova afirmou que as crianças e as mulheres foram, eventualmente, liberadas da delegacia e receberam multas.

Um vídeo compartilhado pela professora mostra uma das crianças, ainda detida, chorando.

 

O ministro do Exterior ucraniano, Dmytro Kuleba, compartilhou as imagens no Twitter e afirmou que o presidente russo Vladimir Putin está “em guerra contra as crianças”.

 

Até o momento, a estimativa é que cerca de 7 mil pessoas já tenham sido presas na Rússia por protestas contra a invasão da Ucrânia.

 

Entre elas, está a sobrevivente da Segunda Guerra Mundial Yelena Osipova, de 77 anos, presa nessa quarta-feira (2/3) após participar de uma manifestação.

 

Ela carregava cartazes condenando a ameaça de guerra nuclear feita pelo governo russo.

COMPARTILHE AGORA MESMO!
COMENTE AGORA MESMO!