EXPEDIENTE
Educadores da Reme rejeitaram proposta da prefeitura e mantêm greve

Educação mantém greve em Dourados

Fonte: Por Adriano Moretto e Jhonatan Xavier do Dourados News

Educadores decidiram manter a greve da Reme (Rede Municipal de Ensino) de Dourados.

 

A nova definição saiu em assembleia realizada na tarde desta quarta-feira (30/3) na sede do Simted (Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação).

 

A paralisação completa hoje 16 dias.

 

Os profissionais iniciaram greve pelo reajuste salarial de 33,24% no dia 14 de março. A medida visa alcançar o Piso Nacional da categoria.

 

Em ofício encaminhado à categoria nesta quarta, a prefeitura manteve os índices propostos anteriormente, com a antecipação de parte de um deles.

 

Na proposta, ficava mantido o reajuste de 8% para abril, 3,75% em julho e outros 3,75% em agosto [antes era 7,5% apenas para agosto], além dos 2,39% para dezembro.

 

Também foi mantida a elaboração de um Projeto de Lei por parte do Executivo a ser entregue à Câmara de Vereadores ainda no primeiro semestre deste ano, se comprometendo a reajustar os vencimentos dos profissionais do magistério em 15%, divididos em duas parcelas anuais de 7,5% [2023 e 2024].

 

Apesar das tratativas, os profissionais entenderam que não houve avanço na proposta e decidiram pela manutenção da paralisação.

 

Na assembleia, os profissionais votaram ainda por manter os índices reivindicados anteriormente, com reajuste de 18,8% retroativo a janeiro, 5,9% para agosto e outros 5,9% em dezembro, além da aprovação de mudanças na comissão de negociação e a inclusão de um profissional do magistério e outro da educação indígena.

COMPARTILHE AGORA MESMO!
COMENTE AGORA MESMO!