CONTATO
EXPEDIENTE
Exame toxicológico

Deliberação Contran publicada nesta quarta prorroga prazos para realização de Exame Toxicológico

COMPARTILHE AGORA MESMO!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no skype
Fonte: DETRANMS

Os prazos para a realização do exame toxicológico periódico para condutores das categorias altas foram prorrogados pelo Contran (Conselho Nacional de Trânsito). De acordo com a Deliberação nº 222 publicada nesta segunda-feira, (28) no DOU (Diário Oficial da União), os condutores habilitados nas categorias C, D e E terão novas datas escalonadas ao longo do ano de 2021. O novo calendário foi decidido por conta da pandemia do Novo Coronavírus (Covid-19).

A prorrogação de prazos do resultado para 25 dias, o adiamento das medidas de fiscalização a partir de 1º de julho de 2021 e dilatação do período para realização do exame, de acordo com a data da última emissão da CNH (Carteira Nacional de Habilitação) têm o objetivo de proporcionar mais tranquilidade ao motorista que precisa se adequar as Novas Regras do CTB (Código de Trânsito Brasileiro).

Outra medida concedida foi a prorrogação para o início da fiscalização das Novas Regras do Exame Toxicológico Periódico, previsto a partir de 1° de julho de 2021.

De acordo com a deliberação, até que seja inserida a informação contendo o resultado da análise, o laboratório credenciado deverá inserir no Renach (Registro Nacional de Carteira de Habilitação), no prazo máximo de 24 horas, a data e a hora da realização da coleta da amostra.

“O Contran decidiu pela prorrogação dos prazos para, assim, não gerar aglomeração ou a falta de insumos para realização do exame. Estamos sempre abertos a manter esse diálogo”, afirmou o ministro da Infraestrutura e presidente do Contran, Tarcísio Gomes de Freitas.

Para a Diretora de Habilitação do Detran-MS, Lina Issa Zeinab, é importante observar que, para efeito de início de fiscalização e configuração de infração ao artigo 165-B (multa e suspensão do direito de dirigir), os prazos estabelecidos nessa Deliberação, aplicam-se, para quem conduz veículos que exijam categoria C, D ou E, sem a realização do exame periódico, independentemente se a validade da CNH está ou não prorrogada por conta da pandemia, conforme Resoluções publicadas para cada Estado.

Abaixo, a exibimos a lista contendo os prazos para início das fiscalizações, de acordo com o período da emissão da última CNH, para que os motoristas se atentem ao prazo limite para realização do toxicológico intermediário:

COMPARTILHE AGORA MESMO!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no skype
LEIA TAMBÉM!!!