EXPEDIENTE
Vitória deu vantagem do empate no jogo da volta ao Coxa

De virada, Coritiba vence o Maringá e abre vantagem na final do Paranaense

Fonte: ENM

Na noite desta quarta-feira (30), Maringá e Coritiba começaram a decidir o Campeonato Paranaense. No estádio Willie Davids, no interior do estado, ambos se enfrentaram pelo jogo de ida da final do estadual.

 

Em um duelo muito disputado, no fim foi o Coxa quem levou a melhor, com um triunfo por 2 a 1, de virada. Alemão chegou a abrir o placar para os mandantes, mas Léo Gamalho e Igor Paixão deixaram o marcador a favor da equipe treinada por Gustavo Morínigo.

Com esse resultado, a situação do Coritiba é bastante favorável na final do Campeonato Paranaense. Um simples empate, em pleno Couto Pereira, garante mais um troféu estadual para o Coxa.

 

O fator casa, inclusive, é o grande trunfo da equipe de Gustavo Morínigo até a final. A partida de volta está marcada já para o próximo final de semana. No Couto Pereira, a bola irá rolar às 16h do domingo (03)

O Maringá, por sua vez, ainda sonha com o título inédito, mas sabe que precisará reverter o resultado negativo no Couto Pereira.

 

Como não há gol qualificado na decisão, todavia, uma vitória simples levaria a final para os pênaltis. No tempo normal, todavia, a equipe do interior só leva o troféu de triunfar por 2, ou mais, gols de diferença.

 

Primeiro Tempo de começo com atraso

Marcado para iniciar às 20h, a partida teve problemas antes mesmo da bola rolar. Em virtude de uma queda parcial da energia no estádio Willie Davids, a final só começou cinco minutos depois, e com aval dos goleiros de Coritiba e Maringá.

 

Depois que o jogo iniciou, todavia, o que se viu foi um Maringá melhor. Jogando em casa, e diante de um meio de campo bastante alterado do Coritiba, a equipe da casa conseguiu ganhar campo e criar oportunidades.

 

O gol, então, saiu aos 29 minutos, quando Mirandinha arriscou bom chute de longe, Alex Muralha deu rebote e Alemão apareceu livre para balançar as redes.

 

Depois de sair atrás do placar, o Coritiba até tentou reagir, mas Igor Paixão chutou para fora após bom passe de Alef Manga.

 

Com isso, o duelo foi para o intervalo com vitória parcial do Maringá, 1 a 0.

 

Antes das equipes irem para o vestiário, contudo, houve um desentendimento e troca de empurrões entre membros dos dois times, mas o juiz optou por não expulsar ninguém.

 

Segundo Tempo de virada do Coritiba

Atrás no marcador, o Coritiba voltou do intervalo com uma postura um pouco mais ousada. No entanto, demorou para conseguir criar alguma chance clara, em virtude da bem postada defesa do Maringá.

 

Quando conseguiu, todavia, saiu o gol. Aos 20 minutos, após cobrança de lateral de Guilherme Biro, Léo Gamalho girou sobre o zagueiro e chutou forte, igualando o marcador.

 

Animado pela igualdade, e diante do abatimento do Maringá, o Coritiba pressionou e, rapidamente, virou. Apenas cinco minutos depois do gol de Léo Gamalho, Warley tabelou com Thonny Anderson e cruzou para Igor Paixão chegar finalizando e virar o marcador.

 

A partir de então, coube ao Coritiba administrar o marcador. Com amplo controle das ações, o Coxa passou a arriscar menos, mas levava perigo em cada ataque.

 

Já nos acréscimos, Andrey acertou o travessão em chute de fora da área. A boa finalização, no entanto, acabou não entrando, e o placar acabou em 2 a 1, de virada, para a equipe comandada por Gustavo Morínigo.

COMPARTILHE AGORA MESMO!
COMENTE AGORA MESMO!