EXPEDIENTE
Dircélia Cáccia também atua como terapeuta

Professora da Rede Estadual de Ponta Porã utiliza atividades socioemocionais como parte da metodologia de Ensino

Fonte: Por Markon Machado

Alunos da Professora de Língua Portuguesa e também terapeuta Dircélia Francisca Dias Caccia, lotada na Escola Estadual Joaquim Murtinho têm participado de atividades diferenciadas nessa pandemia.

 

Atividades, além de lúdicas e educativas, atendem também o emocional da galerinha! – enfatiza a professora!

 

E tem sido assim nas minhas aulas de Língua Portuguesa, desde o retorno às aulas presenciais – completou a professora.

 

A professora expõe ainda que a aplicação de um conteúdo ou explicação desse só se inicia após atividades de alongamento e técnicas de respiração.

 

No último dia 30 de setembro a professora levou os alunos para o saguão da escola e realizou uma das técnicas que utiliza em seu consultório terapêutico, adaptando-a ao ambiente escolar e essa visou atender o foco, a concentração, a lateralidade, o emocional e o reconhecimento das  classes gramaticais.

 

No dia 1° de outubro foram trabalhadas atividades de estímulos a empatia, a desinibição, a cognição, a concentração e interpretação verbal e não verbal, além da acuidade auditiva.

 

Veja o vídeos com parte da atividades:

 

 

 

 

A atividade foi acompanhada pela estagiária Raquel Ramirez Caceres Geist, que comentou a experiência: “Neste dias que estou participando das aulas de língua portuguesa, lecionadas pela professora Dircélia. Pude estar me conectando ao meu eu profundo, pois as aulas fizeram-me pensar sobre a influência que os outros acabam por exercer em nossas vidas, sejam elas positivas ou negativas. É que temos que compreender que nossos desejos devem ser analisados e vistos como um caminho a seguir, que muitas das vezes nos deixamos levar pelo que os outros pensam e acabamos esquecendo os nossos pensamentos, o que nos abala e nos cala, tornando-nos seres passivos em nossa própria história. Quando trabalhamos a nossa inteligência emocional estamos ganhando tempo, pois estaremos nos fortalecendo mental e fisicamente. Pois quando ao exercitar o nosso cérebro estaremos exercitando todo o corpo.”

 

Alguns estudantes da escola também comentaram a experiência e elogiaram o trabalho da professora Dircélia:

 

“Foi incrível participar das atividades, o que me ajudou muito e eu me senti muito bem ao chegar em casa e também acho que se todos soubessem o quanto essas atividades são boas e incríveis tanto para o físico quanto para o psicológico e isso me ajudou bastante no foco e autoconfiança.” Comenta a estudante Rayane, do 6ª C.

Já a estudante Ana Claudia do 6ª ano B, comenta: “As aulas foram divertidas e perfeitas! Tudo de pensamento ruim foram embora. Achei diferente, legal, interessante, amei!”

 

O Líder News também ouviu a estudante Karen Jovana, do 6º ano D, que disse: “Eu gostei muito sobre o que estivemos estudando e achei muito legal.”

 

Os elogios a metodologia da Professora Dircélia não param por ai: “Foi muito importante entender e ver a felicidade das pessoas e como se sente. O jogo de hoje foi muito legal.” Pontua, Bruna Beatriz, estudante do 6° ano A.

COMPARTILHE AGORA MESMO!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no skype
COMENTE AGORA MESMO!