EXPEDIENTE
Gigante do futebol mineiro não deve estar a Série A na próxima temporada

Cruzeiro perde para o Remo em casa e tem permanência na Série B quase garantida

Fonte: Gazeta Esportiva

O Cruzeiro está cada vez mais perto de disputar a Série B pela terceira vez consecutiva. Pela 32ª rodada da competição, a Raposa perdeu por 3 a 1 para o Remo, nesta quinta-feira, no Independência. Com o resultado, o time comandado por Vanderlei Luxemburgo precisará atingir um feito inédito para garantir o acesso à Série A nesta temporada.

Mesmo fora de casa, o Remo abriu o placar com um belo gol de Anderson Uchôa, aos 39 minutos do primeiro tempo. Antes do intervalo, Eduardo Brock deixou tudo igual novamente. Já no fim da segunda etapa, Jefferson e Ronald garantiram o triunfo visitante.

Com a derrota, o Cruzeiro segue com 39 pontos, mas caiu para a 13ª posição. Como faltam seis rodadas para o fim da Série B, o time mineiro não consegue mais chegar aos 59 pontos, menor pontuação atingida por uma equipe que garantiu o acesso à Série A (o Vitória, em 2007). O Goiás, primeiro clube no G4, tem 53. Já o Remo subiu para a 11ª colocação, com 41 pontos.

O Cruzeiro volta a campo na segunda-feira para enfrentar o Vila Nova, às 19 horas (de Brasília), no Independência. No dia seguinte, o Remo recebe o Londrina, também às 19 horas, no Baenão.

O jogo – Cruzeiro e Remo fizeram uma partida de muitos erros técnicos, que acabaram influenciando no baixo número de chances criadas. O time mineiro foi quem chegou mais vezes ao ataque, mas parou na maioria das vezes no goleiro Thiago Coelho.

O camisa 1 do clube paraense foi exigido logo aos três minutos de jogo, em chute de longe de Vitor. Aos 13, nova boa defesa em finalização de fora da área, dessa vez de Giovanni. Já aos 15, outra intervenção em arremate forte e rasteiro de Thiago.

A primeira chegada do Remo foi aos 18, em chute de Matheus Oliveira defendido por Fábio. Aos 26, Felipe Gedoz arriscou e mandou para fora.

Mesmo tendo menos chances e chegando menos ao ataque, o Remo abriu o placar com um golaço. aos 39 minutos, Anderson Uchôa ficou com a sobra após cobrança de escanteio e, da entrada da área, bateu de primeira com o pé direito no canto esquerdo de Fábio.

A vantagem visitante, no entanto, pouco durou. Aos 45, Giovanni cobrou falta pela direita na segunda trave, Vitor ajeitou para trás de cabeça e Eduardo Brock, na pequena área, mandou uma bomba de canhota para empatar o confronto.

No último lance do primeiro tempo, Thiago Coelho ainda fez outra defesa em novo chute de Vitor de fora da área.

Segundo tempo

Na volta para o intervalo, o Remo perdeu seu treinador. Antes mesmo da bola rolar novamente, Felipe Conceição foi expulso por reclamação.

A segunda etapa foi totalmente dominada pelo Cruzeiro, que novamente parou em Thiago Coelho. O goleiro brilhou em chute rasteiro de Felipe Augusto, aos dois,, finalização forte de Vitor, aos 12 e cabeçada de Thiago, aos 17 minutos, que desviou em Marcelo Moreno.

Já a principal oportunidade do Remo foi em uma tentativa de cruzamento de Thiago Ennes, que não pegou bem na bola e quase enganou o goleiro Fábio, que precisou dar um tapa na bola para evitar o gol por cobertura.

O Cruzeiro até balançou a rede adversária, mas o tento foi anulado por impedimento. Após chute desviado de Marcelo Moreno, Wellington Nem ficou com a sobra e completou para o gol, mas estava em posição irregular.

Na reta final, a Raposa perdeu a concentração, passou a cometer mais erros e criou menos chances. Com isso, o Remo cresceu e garantiu a vitória. Aos 42 minutos, Jefferson recebeu de Lucas Siqueira dentro da área e chutou rasteiro. O goleiro Fábio até tocou na bola, mas ela bateu na trave e entrou.

Já aos 47, foi a vez de Ronald receber de Marcos Júnior sozinho, avançar e bater cruzado para dar números finais ao jogo. Após o tento, Vitor ainda foi expulso por reclamação.

FICHA TÉCNICA:
CRUZEIRO 1 X 3 REMO

Local: estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data: 28 de outubro de 2021, quinta-feira
Hora: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Douglas Schwengber da Silva (RS)
Assistentes: Leirson Peng Martins (RS) e Lucio Beiersdorf Flor (RS)
VAR: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)
Cartões amarelos: Wellington Nem (Cruzeiro); Anderson Uchoa, Matheus e Raimar (Remo).
Cartões vermelhos: Vitor (Cruzeiro); Felipe Conceição (Remo)

Gols:
Cruzeiro: Eduardo Borck, aos 45 minutos do 1ºT;
Remo: Anderson Uchoa, aos 39 minutos do 1ºT; Jefferson, aos 42, e Ronald, aos 47 minutos do 2ºT

CRUZEIRO: Fábio; Rômulo, Ramon, Eduardo Brock e Felipe Augusto; Adriano (Marcelo Moreno), Lucas Ventura e Giovanni; Bruno José (Wellington Nem), Vitor (Dudu) e Thiago (Rafael Sobis).
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

REMO: Thiago Coelho; Thiago Ennes, Romérico, Rafael Jansen e Raimar; Anderson Uchoa (Wellinton Silva), Lucas Siqueira, Felipe Gedoz (Marlon), Arthur (Marcos Júnior) e Lucas Tocantins (Jefferson); Matheus Oliveira (Ronald).
Técnico: Felipe Conceição

COMPARTILHE AGORA MESMO!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no skype
COMENTE AGORA MESMO!