CONTATO
EXPEDIENTE
Acusado de Racismo

Críticas à suspensão de Cavani crescem na América do Sul

COMPARTILHE AGORA MESMO!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no skype
Fonte: Por Andrew Downie, da Reuters

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) juntou-se às crescentes críticas contra a federação inglesa (FA), nesta terça-feira, ao condenar a suspensão de três jogos dada ao uruguaio Edinson Cavani por suposto racismo.

Cavani foi punido na semana passada com três jogos de suspensão e multado em 100 mil libras (cerca de 136 mil dólares) por postar uma mensagem no Instagram para um amigo com o termo ‘negrito’, classificado pela FA como racista, após vitória de seu time, o Manchester United, sobre o Southampton em 29 de novembro.

A FA alegou que o post trouxe descrédito ao esporte. O atacante pediu desculpas por qualquer mal-entendido e se recusou a contestar a sanção.

“A medida disciplinar aplicada ao jogador uruguaio claramente não leva em conta as características culturais e o uso de certos termos falados no cotidiano do Uruguai”, disse a Conmebol em nota.

“A Conmebol condena e sempre condenará com a maior energia qualquer manifestação racista ou discriminatória, mas o caso específico pelo qual Cavani sofreu sanção não constitui uma delas.”

A declaração ocorreu após protestos semelhantes da Associação Uruguaia de Futebol e de um sindicato de jogadores profissionais uruguaios.

COMPARTILHE AGORA MESMO!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no skype
LEIA TAMBÉM!!!