EXPEDIENTE
Com gol de Renato Augusto e boas defesas de Cássio, Timão buscou mais 3 pontos em Bragança Paulista e permanece na ponta

Corinthians vence duelo dos líderes e se mantém na ponta do Brasileirão

Fonte: Live Futebol BR

A liderança do Brasileirão continua nas mãos do Corinthians por mais uma rodada.

 

Na noite deste domingo (8), o Timão foi até Bragança Paulista, interior de São Paulo, e venceu o Red Bull Bragantino por 1 a 0 com gol de Renato Augusto já no segundo tempo.

 

Com o resultado, o time comandado por Vítor Pereira chega aos 12 pontos e dorme mais uma vez na ponta da tabela.

 

Por outro lado, apesar da derrota em casa – a primeira do Timão desde a mudança do Massa Bruta para Red Bull – o time do interior segue na parte de cima da tabela, com os mesmos 8 pontos.

Próximos jogos
O Corinthians vira a chave agora para encarar o jogo de volta pela 3ª fase da Copa do Brasil no meio de semana. Depois de empatar por 1 a 1 no duelo de ida, o Timão recebe a Portuguesa-RJ na quarta-feira (11), às 21h30, na Neo Química Arena.

 

Pelo Brasileirão, volta a campo no sábado (14), quando mede forças contra o Internacional em Porto Alegre (RS).

 

Já o Braga volta a jogar pelo Campeonato Brasileiro no meio de semana. Em duelo antecipado da sétima rodada, o Massa Bruta recebe o Atlético-MG, novamente no Nabi Abi Chedid, quarta-feira, às 20h30.

 

Tudo diferente

O Corinthians entrou em campo com sete mudanças em relação ao último jogo.

 

Do empate sem gols com o Deportivo Cali pela Libertadores, só foram mantidos Cássio, Raul, Du Queiroz e Mantuan. Este último atuou pela direita no trio de ataque que tinha ainda Willian pela esquerda e Róger Guedes centralizado.

 

No Bragantino, o cenário foi parecido. A zaga escalada, por exemplo, era reserva, com o argentino Kevin Lomónaco formando dupla com o equatoriano Léo Realpe.

 

Fora de campo, o chileno Cláudio Maldonado comandou o Braga, já que o técnico Maurício Barbieri testou positivo para a Covid-19.

 

Quando jogador, o ex-volante e atual auxiliar técnico jogou no Corinthians em 2013, mas sua passagem foi apagada.

 

Outra novidade em campo foi que os dois times estrearam novos uniformes.

 

O Massa Bruta usou pela primeira vez sua nova camisa principal, da New Balance, enquanto o Timão apresentou seu uniforme n° 2, lançado durante a semana.

Jadsom Silva (RB Bragantino) e Du Queiroz (Corinthians) disputam a bola

Jadsom Silva (Red Bull Bragantino) e Du Queiroz (Corinthians) disputam a bola

Ari Ferreira/Red Bull Bragantino(08.05.2022)

Primeiro tempo
Com a bola rolando, o Bragantino tomou controle da partida nos minutos iniciais e pressionou durante o primeiro quarto da partida.

 

O Corinthians só conseguiu respirar depois dos 30 minutos. Mesmo assim, o time da casa ditava o ritmo do jogo.

 

Em um primeiro tempo fraco tecnicamente e com raras investidas para ambos os lados, a primeira boa chegada do Corinthians veio aos 45’, em chute sem força de Róger Guedes.

 

Já nos acréscimos, Bruno Melo ficou com a sobra de bola na esquerda e arriscou, mas juiz paralisou a jogada por impedimento.

Segunda etapa
Os times voltaram com a mesma formação, mas o jogo mudou logo no início do 2º tempo.

 

Aos 9’, o Bragantino saiu jogando errado, Willian cortou o passe, Du Queiroz acionou Renato Augusto que se atirou para finalizar, quase que de carrinho, e colocou no canto direito de Cleiton: 1 a 0.

 

O gol logo no início mudou a cara do jogo. O Bragantino sentiu o golpe e o Timão passou a dominar as ações da partida.

 

Vítor Pereira mudou, tirou Róger Guedes, que deixou o gramado com “cara de poucos amigos”, e colocou o zagueiro João Victor.

 

Com isso, o time passou a ter uma linha de três na zaga (João Victor, Gil e Raúl Gustavo), liberando os laterais para o apoio.

 

O Massa Bruta chegou duas vezes com perigo. Aos 27’, Welliton cruzou, Ytalo finalizou de cabeça e a bola passou raspando a trave de Cássio.

 

Dois minutos depois, o goleiro salvou o Corinthians ao dividir a bola com Hurtado, que apareceu no meio da zaga.

 

Apesar das chances, o time mandante não conseguiu buscar a igualdade.

 

Com um jogo seguro, o Timão não levou sustos nos minutos finais e levou de Bragança Paulista mais três pontos que lhe garantem a manutenção da liderança no Brasileiro.

 

FICHA TÉCNICA
Red Bull Bragantino 0 x 1 Corinthians
Local: Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP)
Data e hora: domingo (08/05), às 18h (de Brasília)
Público e renda: 9.993 pagantes / R$ 342.805,00

Árbitro: Raphael Claus (SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (SP) e Evandro de Melo Lima (SP)
VAR: Daiane Caroline Muniz dos Santos (SP)
Cartões amarelos: Jadsom Silva (Red Bull Bragantino); Bruno Melo e Gustavo Mosquito (Corinthians)

Gol: Renato Augusto aos 9’/2ºT (Corinthians)

Red Bull BRAGANTINO: Cleiton; Andrés Hurtado, Realpe, Kevin Lomónaco e Luan Cândido; Jadsom Silva, Lucas Evangelista (Eric Ramires, aos 14’/2ºT) e Miguel (Welliton, aos 14’/2ºT); Artur (Jan Hurtado, aos 23’/2ºT), Alerrandro (Ytalo, aos 13’/2ºT) e Bruno Tubarão (Sorriso, aos 33’/2ºT). Técnico: Maldonado (auxiliar).

CORINTHIANS: Cássio; Rafael Ramos (Robson Bambu, aos 31’/2ºT), Gil, Raúl Gustavo e Bruno Melo; Du Queiroz, Cantillo (Maycon, aos 23’/2ºT) e Renato Augusto (Gustavo Mosquito, aos 39’/2ºT); Gustavo Mantuan (João Victor, aos 23’/2ºT), Willian e Róger Guedes (Júnior Moraes, aos 23’/2ºT). Técnico: Vítor Pereira.

COMPARTILHE AGORA MESMO!
COMENTE AGORA MESMO!