EXPEDIENTE
Crise no Cruzeiro

Com golaço de ex-Santos, Remo vence e complica Cruzeiro na Série B

Fonte: Gazeta Esportiva

Na noite desta terça-feira, o Remo recebeu o Cruzeiro no Baenão pela 13ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. A partida foi de vitória por 1 a 0 para os mandantes, com um golaço de voleio do atacante Victor Andrade, revelado pelo Santos.

O resultado complicou mais ainda a situação da Raposa na tabela. O time, agora há sete jogos sem vencer, permanece na boca da zona de rebaixamento com apenas 11 pontos somados em 13 partidas. Para o Remo, a situação é mais tranquila, a equipe agora é a 11ª colocada na competição com 16 pontos em 12 rodadas.

No próximo compromisso, o Cruzeiro visita o Vila Nova, às 16h30 (de Brasília) deste sábado. Enquanto isso, o Remo vai até o Paraná encarar o Londrina, às 16h (de Brasília) desta sexta-feira.

O jogo – A partida começou morna, com os dois times se estudando. Ambos tentavam, sem sucesso, achar espaço na defesa adversária. Porém, a zaga cruzeirense já vinha mostrando dificuldade em marcar Victor Andrade, que, aos 14 minutos, driblou seu marcador pela ponta esquerda, mas finalizou fraco, no colo de Fábio.

Aos 26, o atacante teve mais sucesso. Na direita, Thiago Ennes fez belo cruzamento pelo alto, que achou Victor livre de marcação. O jogador teve tempo e espaço para ajeitar o corpo e mandar um lindo voleio, para a bola morrer no ângulo esquerdo de Fábio.

O Cruzeiro tentou responder aos 31 com chute de fora de Matheus Barbosa. O volante recebeu na entrada da área e arriscou, para a bola passar rente à trave do goleiro Vinícius.

Para a segunda etapa, o Cruzeiro entrou mais ligado. Logo aos 2 minutos, Rafael Sóbis recebeu sozinho de Bruno José – que fez boa jogada pela direita -, mas mandou para fora. Em mais uma jogada de canto, aos seis, Rômulo mandou fechado pelo alto para a área, mas a bola acabou batendo no travessão de Vinícius, que só acompanhou com os olhos.

Aos 13, o jogo ganharia uma pitada de polêmica. A bola bate no braço de Igor Fernandes dentro da grande área, mas o árbitro Daniel Nobre manda o jogo seguir.

O Cruzeiro continuava tentando, mostrando mais foco em relação ao primeiro tempo, porém, aos 23, Matheus Barbosa comprometeu o esquema armado pelo técnico Mozart. O volante foi embora mais cedo após receber seu segundo cartão amarelo em falta cometida sobre Felipe Gedoz.

Com um a menos, a Raposa perdeu seu ritmo, mas ainda tentava um gol de empate, enquanto o Remo, com a vantagem nas mãos, passou a jogar mais recuado, se fechando na defesa e explorando contra-ataques.

Na última grande oportunidade do jogo, Fábio ainda foi obrigado a fazer belíssima defesa em chute de Gedóz, que recebeu livre de Wellington Silva.

 

FICHA TÉCNICA
REMO 1 X 0 CRUZEIRO

Local: Estádio Baenão, em Belém do Pará (PA)
Data: 20 de julho de 2021,terça-feira
Horário: 19h (de Brasília)
Árbitro: Daniel Nobre Bins (RS)
Assistentes: Thiago Augusto Kappes Diel (RS) e Luiza Naujorks Reis (RS)

Gols: 

Remo: Victor Andrade (aos 26′ do 1T)

Cartões amarelos: Igor Fernandes, Victor Andrade (Remo); Matheus Barbosa, Rafael Sóbis (Cruzeiro)

Cartões vermelhos: Matheus Barbosa (Cruzeiro)

REMO: Vinícius; Thiago Ennes, Romércio, Kevem e Igor Fernandes; Lucas Siqueira (Marcos Junior), Anderson Uchoa, Felipe gedoz e Dioguinho (Wallace); Erick Flores (Arthur) e Victor Andrade (Wellington Silva).
Técnico: Felipe Conceição

CRUZEIRO: Fábio; Norberto, Eduardo Brock, Rodolfo e Jean; Matheus Barbosa, Rômulo (Flávio) e Marcinho (Bissoli); Bruno José (Wellington Nem, Felipe Augusto (Dudu) e Rafael Sóbis (Thiago).
Técnico: Mozart

COMPARTILHE AGORA MESMO!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no skype
COMENTE AGORA MESMO!