CONTATO
EXPEDIENTE
Eleições Municipais 2020

Candidato do Democratas divulga nota de esclarecimento sobre suposta compra de desistência de candidaturas adversárias em Ponta Porã

COMPARTILHE AGORA MESMO!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no skype
Fonte: Por Markon Machado

Após repercussão da matéria do Líder News em que o Presidente do Diretório Municipal do MDB de Ponta Porã denuncia suposta compra da desistência de candidaturas adversárias, o candidato do Democratas, Adriano da Saúde, cujos áudios são citados na denuncia, publicou uma nota em sua rede social tentando esclarecer o ocorrido.

Na nota, o candidato do Democratas afirma que é membro da mesma comunidade religiosa que a candidata a vereadora do MDB citada na denuncia e afirma que a mesma teria o procurado afirmando que estava descontente com sua candidatura.

Segundo Adriano, a candidata MDBista estaria passando por dificuldades financeiras e cogitando desistência, por isso, ele teria afirmado que gostaria muito de contar com o apoio desta e de sua nora e caso confirmada sua desistência, estaria disposto a contratá-la como cabo eleitoral pelo valor de R$300,00.

Questionado pelo Líder News sobre o valor de R$3000,00 citado no áudio da denúncia, o candidato do DEM, Adriano da Saúde ainda comenta que caso eleito, continuaria auxiliar sua companheira de paróquia e  respectivamente sua nora, após o período eleitoral com o valor de R$300,00 por vários meses até que se concluísse o valor de R$3000,00.

Na Nota Adriano ainda enfatiza que os Aúdios foram cortado e que não corresponde ao contexto da conversa na íntegra e que sua divulgação tem objetivo de prejudicar o atual prefeito, Hélio Peluffo Filho, candidato a reeleição.

Adriano afirmou possuir todos os aúdios das conversas na íntegra e que apresentará a Justiça Eleitoral, caso seja interpelado.

 

Confira a nota publicada pelo candidato a vereador na íntegra:

Nota de esclarecimento:eu Adriano da saúde,candidato a vereador pelo Democratas,em nome de todos cândidatos do partido e em respeito a mim e a população,venho declarar que frequento a igreja nossa senhora Aparecida a anos e essa senhora referida nos áudios,professora aposentada,idosa na qual faz parte do coral da igreja a anos,na saída da missa ela é sua nora me abordaram,perguntando se eu era cândidato, eu disse que sim,Ela disse que havia entrado em uma furada,saindo candidata no partido a qual está,sua nora me disse que ela queria desistir,ela entrou na conversa dizendo que precisava de dinheiro,eu disse a ela,caso ela quisesse desistir e vinhesse me ajudar eu pagaria 300 reais,de imediato como cabo eleitoral e caso eu me elegesse,300reais durante um ano,para ajudá-la,mas eu ainda disse ela,que seria complicado,com sua desistencia,reduziria 03 candidatos,ela ficou interessada e disse que iria conversar com seu filho,no dia seguinte domingo ela me mandou um áudio que iria cantar na igreja são João e depois cozinhar para as crianças e que me ligaria em seguida,tenho provas via audio,na qual foram cortados pelo cândidato concorrente e que sera apresentado a justiça eleitoral na presença dos advogados do partido ,caso seja necessário,Tenho minha consciência limpa e que ela está sendo usada para atingir o prefeito Hélio,inclusive tenho testemunhos que presenciaram a conversa.

 

A Nota acima foi extraída da rede social do próprio candidato e foi repostada na íntegra:

https://www.facebook.com/story.php?story_fbid=4330099343673046&id=100000190705921

 

Veja também:

 

Presidente do MDB denuncia tentativa de compra de desistência de candidatas por candidato de coligação adversária em Ponta Porã

 

COMPARTILHE AGORA MESMO!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no skype
LEIA TAMBÉM!!!