EXPEDIENTE
Projeto foi aprovado em fevereiro pelo senado e publicado hoje no Diário Oficial da União

Campo Grande é oficialmente reconhecida como a Capital Nacional do Chamamé

Fonte: Por Elizeu Ribeiro Top Mídia News

Campo Grande passou a ser reconhecida como a Capital Nacional do Chamamé, estilo de música popular de origem guarani. A Lei 14.315, que confere o título, foi publicada hoje (29), no Diário Oficial da União.

 

O reconhecimento teve origem no Projeto de Lei (PL) 4.528/2019, aprovado pelo Senado em fevereiro.

 

Estilo musical tradicional típico do nordeste da Argentina, mais especificamente na região conhecida por Mesopotâmia Argentina, localizada entre os rios Paraná e Uruguai, o chamamé é também apreciado no Rio Grande do Sul.

 

Em nota, a Secretária-geral da Presidência da República informa que a sanção presidencial representa uma homenagem à comunidade campo-grandense e um reconhecimento de todos aqueles apreciam essa arte musical.

 

A nota lembra que a expressão artística é também acompanhada por dança, e que seu nome significa improvisação, na língua guarani.

 

“O estilo musical se consagrou, sobretudo, em Campo Grande, expandindo para algumas outras cidades e, posteriormente, por meio de entusiastas que passaram a se organizar em grupos de intérpretes. Dentre eles, Zé Corrêa, precursor do chamamé, sendo o mais representativo e popular artista do gênero musical no Brasil entre as décadas de 60 e 70, tendo difundido o ritmo na capital sul-mato-grossense, de modo que restou instituído o Dia Estadual do Chamamé”, diz a nota.

 

Em suas redes sociais, o deputado Fábio Trad (PSD), comemorou o título e agradeceu o apoio de políticos que se engajaram para que o fosse aprovado.

 

“Emplacamos. Oficialmente, agora sancionado, Campo Grande é a Capital Nacional do Chamamé. Vitória da cultura sul-mato-grossense! Agradeço ao apoio do @nelsinhotrad , @depdarcidematos que relataram a matéria na Câmara e no Senado, bem como ao @psdcamara e @psdsenado pelas assessorias legislativas. Viva o Chamamé. Comentou o deputado.

COMPARTILHE AGORA MESMO!
COMENTE AGORA MESMO!