EXPEDIENTE
Campanha faz alusão ao combate à violência familiar contra a mulher

Câmara Municipal marcou presença no evento que encerrou Agosto Lilás em Ponta Porã

Fonte: Assessoria

A Câmara Municipal de Ponta Porã participou ativamente das ações desenvolvidas pelo Agosto Lilás, uma campanha desenvolvida durante todo o mês passado visando chamar a atenção da sociedade para o problema da violência doméstica.

 

No encerramento, foi realizada uma palestra, no dia 31 de agosto, proferida pelo Promotor de Justiça Alexandre Pinto Capiberibe Saldanha, no auditório da Faculdade FIP/Magsul.

A palestra do promotor com o tema “As formas de violência doméstica contra a mulher e o feminicídio”, abordou de maneira enfática a situação em Mato Grosso do Sul e as maneiras como a mulher deve buscar orientação e ajuda especializada em casos de violência.

O evento contou com a presença das vereadoras Angela Derzi, Kamila Alvarenga, Lourdes Monteiro, Neli Abdulahad e do vereador Farid Afif.

Também estiverem presentes a secretária municipal de Assistência Social, Vera Lucia de Oliveira. A advogada Nina Negri (representante da OAB) as vereadoras de Pedro Juan Caballero, Zulma Icassatti e Angelica Valdez. Além de Eliomar, diretora do Patronato.

Os vereadores presentes ressaltaram a importância de campanhas de conscientização sobre o tema.

 

“A nós, enquanto representantes da população, cabe orientar e informar a todos com atividades educativas e preventivas sobre esse assunto que precisa ser debatido nas diversas esferas de nossa sociedade”.

A presença dos parlamentares no evento, simbolizou a participação efetiva da Câmara Municipal de Ponta Porã nos debates e nas ações promovidas no Agosto Lilás.

 

O tema violência familiar, com ênfase na figura da mulher, foi amplamente discutido em todas as sessões realizadas pela Câmara durante o mês.

 

Os parlamentares sempre argumentaram sobre a situação e reforçaram apoio à rede de proteção às vítimas em nosso município.

A sessão ordinária de terça-feira, por exemplo, foi marcada pela presença da equipe responsável pelo atendimento às mulheres, vítimas de violência doméstica em Ponta Porã.

 

A delegada titular da Delegacia de Atendimento à Mulher, Marianne Cristine de Souza, utilizou a Tribuna Livre para falar das atividades relacionadas ao “Agosto Lilás”, mês dedicado às ações de conscientização da sociedade para evitar e combater casos de agressões às mulheres.

A policial relatou que neste ano, Ponta Porã já teve três casos de feminicídio, o extremo da violência contra a mulher, quando o agressor acaba matando.

 

“Temos uma rede atuante que envolve as policias Civil, Militar, Guarda Municipal, secretarias municipais de Saúde, Assistência Social, Poder Judiciário, Ministério público e Poder Legislativo Municipal para atender 24 horas por dia as pessoas vítimas da violência doméstica”, declarou a policial.

Ela explicou que o “Agosto Lilás” deste ano tem o slogan “o silencio mata”, provocando a sociedade a não se calar diante dos casos de violência.

 

A Lei Maria da Penha completa neste ano, uma década e meia de criação, considerada um avanço neste trabalho.

 

A delegada expôs que, no ano passado, Mato Grosso do Sul registrou 40 casos de feminicídio e, este ano, já são 24 casos. Três deles em Ponta Porã.

COMPARTILHE AGORA MESMO!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no skype
COMENTE AGORA MESMO!