EXPEDIENTE
Caminhonete usada por equipe da Polícia Nacional do Paraguai que sofreu atentado

Bandidos disparam contra carro da polícia paraguaia durante investigação

Fonte: Por Adriano Moretto do Dourados News

Bandidos armados dispararam várias vezes contra um veículo da Polícia Nacional do Paraguai na manhã desta terça-feira (12/4), em Capitan Bado, na fronteira com o Brasil através de Coronel Sapucaia.

 

Em entrevista à imprensa local, o segundo o comissário Ramón López Balbuena disse que estava a bordo de uma caminhonete com outro membro da equipe investigando bens pertencentes ao ex-suplente de deputado Carlos Rubén Sánchez Garcete, o ‘Chicarõ’, assassinado em agosto do ano passado, quando foram alvos.

Conforme relatado pelos policiais o grupo criminoso era formado por quatro a seis homens armados que também estavam a bordo de um veículo.

 

López alegou que a polícia respondeu com tiros e um dos criminosos teria se ferido, já que encontraram vestígios de sangue no carro abandonado pelos suspeitos após fuga.

No veículo também haviam pistolas calibre 9 milímetros e um fuzil. Os policiais saíram ilesos do atentado. O caso segue em investigação.

 

Chicarõ

O suplente de deputado paraguaio Carlos Rubén Sánchez Garcete, o “Chicharõ”, foi executado com centenas de tiros na manhã do dia 7 de agosto do ano passado, em Pedro Juan Caballero, na ‘fronteira seca’ com o Brasil através de Ponta Porã.

 

De acordo com as informações da época, pistoleiros invadiram a casa onde ele estava se passando por agentes da Senad (Secretaria Nacional Antidrogas).

 

Na ação, eles usaram fuzis, submetralhadora, escopetas e pistolas e todos atiraram.

 

No local, conforme relatado na época, pelo menos 400 cartuchos foram encontrados no imóvel.

COMPARTILHE AGORA MESMO!
COMENTE AGORA MESMO!