EXPEDIENTE
Galo sonha em dominar a temporada do futebol brasileiro

Atlético-MG volta a vencer o Fortaleza e enfrenta o Athletico-PR na final da Copa do Brasil

Fonte: Gazeta Esportiva

O Atlético-MG está na final da Copa do Brasil pela terceira vez na história.

 

Depois de ter vencido por 4 a 0 o duelo de ida das semifinais, no Mineirão, o time do técnico Cuca derrotou o Fortaleza novamente nesta quarta-feira, dessa vez por 2 a 1 no Castelão, e garantiu a vaga na decisão contra o Athletico-PR. Diego Costa e Hulk, de pênalti, garantiram o triunfo, enquanto Romarinho diminuiu no fim.

 

Por conta do resultado conquistado no primeiro jogo, o Galo foi a campo com uma escalação alternativa. Alguns dos principais jogadores foram poupados e começaram a partida no banco de reservas.

 

Já o Fortaleza tentou pressionar o Atlético desde o primeiro minuto, em busca de uma virada improvável.

 

Mesmo tendo mais a bola e roubando muitas bolas no campo de ataque, o Tricolor cearense teve dificuldade para superar a forte defesa visitante e não criou grandes chances no primeiro tempo.

 

Na segunda etapa, o Alvinegro passou a apostar mais em lançamentos longos nos contra-ataques para chegar ao ataque com perigo.

 

Foi dessa forma que Diego Costa recebeu de Eduardo Vargas, venceu a marcação na velocidade e abriu o placar, aos 13 minutos.

 

Hulk ainda ampliou aos 38 em cobrança de pênalti, isolando-se na artilharia da Copa do Brasil com seis gols. No fim, Romarinho diminuiu.

 

Agora, o Atlético-MG vai enfrentar na decisão da Copa do Brasil o Athletico-PR, que venceu o Flamengo por 3 a 0 no Maracanã nesta quarta-feira. As datas das partidas e os mandos de campo das finais ainda serão definidos.

 

Campeão em 2014, o Galo também chegou na decisão do torneio continental em 2016, quando foi superado pelo Grêmio. Em seu único título da competição, o Alvinegro derrotou o rival Cruzeiro.

 

O jogo – Precisando vencer por quatro gols para levar o duelo para os pênaltis, o Fortaleza teve mais posse de bola durante todo a partida, mas teve dificuldade para superar a forte defesa do Atlético-MG e levar real perigo ao gol de Everson.

 

A pressão mandante funcionou bem nos minutos iniciais do primeiro tempo, quando o Fortaleza foi melhor.

 

Após cobrança de escanteio pela direita, Wellington Paulista desviou de cabeça do meio da área e viu Everson segurar no alto.

 

Logo depois, o atacante recebeu de Bruno Melo e chutou cruzado, mas errou o alvo. Antes da bola chegar na linha de fundo, Edinho tentou desviá-la para o gol com um carrinho, mas não a alcançou.

 

Aos poucos, o ritmo dos donos da casa caiu, aliviando a vida da defesa atleticana.

 

A equipe comandada por Cuca só foi criar sua primeira chance aos 42 minutos, em cobrança de falta de Guilherme Arana que exigiu grande defesa de Marcelo Boeck.

 

A resposta tricolor veio no último lance da primeira etapa, em chute forte da entrada da área que passou parte da trave esquerda de Ederson.

Segundo tempo

O Atlético-MG voltou do intervalo apostando nos lançamentos e nos contra-ataques em velocidade.

 

Logo aos dois minutos, Eduardo Vargas recebeu de Dodô, que entrou no lugar de Arana, entrou na área e parou em Boeck.

 

A iniciativa funcionou aos 13 minutos, quando Diego Costa recebeu grande lançamento de Vargas, arrancou, driblou o goleiro Boeck e tocou para a rede, abrindo o placar com um golaço.

 

Mesmo atrás no marcador, o Fortaleza seguiu sem levar real perigo, enquanto o Galo seguia apostando nos contra-ataque. Aos 35, Sasha entrou na área e tentou cortar a marcação, mas Titi acabou tirando a bola com o braço.

 

O árbtrio assinalou pênalti, que foi convertido por Hulk. O artilheiro da Copa do Brasil, agora com seis gols, deslocou Boeck e mandou no lado esquerdo do goleiro.

 

No último lance do jogo, Romarinho diminuiu. O atacante recebeu pela esquerda, ajeitou para o pé direito e finalizou forte, contando com um desvio na marcação para superar Everson.

FICHA TÉCNICA
FORTALEZA 1 X 2 ATLÉTICO-MG

Local: Arena Castelão, em Fortaleza (CE)
Data: 27 de outubro de 2021 (quarta-feira)
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Vinícius Gonçalves Dias Araújo (SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Daniel Paulo Zioli (SP)
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)
Cartões amarelos: Ronald, Wellington Paulista e Igor Torres (Fortaleza); Réver (Atlético-MG)

Gols:
Fortaleza:
Romarinho, aos 44 minutos do 2ºT
Atlético-MG: Diego Costa, aos 13, e Hulk, aos 38 minutos do 2ºT.

FORTALEZA: Marcelo Boeck; Éderson, Titi e Matheus Jussa; Edinho (Osvaldo), Felipe, Ronald (Daniel Guedes), Matheus Vargas (Romarinho) e Bruno Melo; Wellington Paulista (Angelo Henríquez) e David (Igor Torres).
Técnico: Juan Pablo Vojvoda.

ATLÉTICO-MG: Everson; Guga, Igor Rabello, Réver, Junior Alonso e Guilherme Arana (Dodô); Jair (Nathan), Tchê Tchê e Alan Franco (Dylan Borrero); Eduardo Vargas (Hulk) e Diego Costa (Sasha).
Técnico: Cuca.

COMPARTILHE AGORA MESMO!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no skype
COMENTE AGORA MESMO!