EXPEDIENTE
Mesmo com larga vantagem, empate foi considerado tropeço por parte de analistas

Atlético-MG empata com a Chape e chega a 50 pontos no Brasileirão

Fonte: Gazeta Esportiva

Atlético-MG perdeu uma grande oportunidade de disparar na liderança nesta quarta-feira. Pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro, a equipe ficou no empate em 2 a 2 com a Chapecoense, na Arena Condá.

O Galo construiu as principais jogadas ofensivas nos primeiros instantes e saiu na frente aos 18 minutos. Após cobrança de escanteio na área, Busanello afastou mal e a bola ficou nos pés de Dylan Borrero. O meio-campista ajeitou e bateu rápido para balançar as redes e marcar para os mineiros.

Porém, a Chape conseguiu ir para o ataque e chegou ao empate dez minutos depois. Busanello fez cruzamento da esquerda para Geuvânio, que tocou em direção ao gol. Everson fez a defesa e, na sequência, Nacho anotou mais um para o Atlético no contra-ataque, mas o VAR identificou que a finalização de Geuvânio havia ultrapassado a linha e confirmou o gol da Chapecoense.

Com a igualdade no placar, o jogo ficou mais aberto e as duas equipes tentaram criar lances de perigo. Só que ninguém chegou a ameaçar os goleiros e o empate permaneceu no placar até o final da etapa inicial.

O Atlético-MG tentou aumentar a pressão sobre a Chape no segundo tempo, porém teve dificuldades para neutralizar o adversário. Os catarinenses chegaram ao ataque mais algumas vezes e conseguiram surpreender o Galo para fazer mais um e virar o confronto. Aos 23 minutos, Rodriguinho bateu forte, a bola bateu na mão de Nathan Silva dentro da área e o juiz deu pênalti. Mike foi para a cobrança, deslocou Everson e deixou os donos da casa em vantagem na Arena Condá.

Inconformado com a virada, o Galo foi para cima da Chapecoense e quase empatou aos 33, quando Dodô aproveitou sobra de cobrança de escanteio e finalizou de primeira, mas Keiller fez grande defesa e impediu o segundo gol atleticano. No entanto, os Alvinegros conseguiram igualar os marcadores aos 37, com Eduardo Sasha. Calebe avançou pela esquerda e fez cruzamento preciso para o atacante desviar de cabeça no contrapé de Keiller e colocar os mineiros de volta na partida.

O Atlético teve uma boa oportunidade para virar aos 43 com Hyoran, que recebeu passe de Hulk na área e finalizou com liberdade, mas Keiller defendeu à queima-roupa. Os dois times seguiram atacando nos últimos instantes, mas Anselmo Ramon e Hulk desperdiçaram grandes chances nos lances finais e o jogo terminou empatado.

O resultado, no entanto, não acabou sendo tão negativo. Isso porque o vice-líder Flamengo ficou apenas no empate com o Bragantino e o Palmeiras, terceiro colocado, perdeu para o América-MG

FICHA TÉCNICA
CHAPECOENSE 2 X 2 ATLÉTICO-MG

Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Data: 6 de outubro de 2021, quarta-feira
Horário: 19 horas (de Brasília)
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro
Assistentes: Cristhian Passos Sorence e Hugo Savio Xavier Correa
VAR: Elmo Alves Resende Cunha
Cartões amarelos: Keiller e Renê Júnior (Chapecoense); Nathan Silva (Atlético-MG)

GOLS: Geuvânio, aos 28′ do 1ºT, e Mike, aos 23′ do 2ºT (Chapecoense); Dylan Borrero, aos 18′ do 1ºT, e Eduardo Sasha, aos 37′ do 2ºT (Atlético-MG)

CHAPECOENSE: Keiller; Matheus Ribeiro, Ignácio, Jordan e Busanello; Renê Júnior (Ronei), Moisés Ribeiro (Lima) e Denner (Alan Santos); Geuvânio (Rodrigo Silva), Bruno Silva (Anselmo Ramon), Mike
Técnico: Pintado

ATLÉTICO-MG: Everson; Guga, Igor Rabello (Eduardo Sasha), Nathan Silva e Dodô (Calebe); Jair (Tchê Tchê), Allan, Dylan Borrero (Nathan) e Nacho; Hulk e Keno (Hyoran)
Técnico: Cuca

COMPARTILHE AGORA MESMO!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no skype
COMENTE AGORA MESMO!