CONTATO
EXPEDIENTE
Volta de Púbico aos Estadios

Após pedido de Bolsonaro, Ministério da Saúde dá aval a CBF para torcida voltar a estádios

COMPARTILHE AGORA MESMO!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no skype
Fonte: Por Markon Machado

Ainda em plena pandemia do novo coronavírus, o Ministério da Saúde deu parecer favorável a proposta da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para a volta das torcidas aos estádios do Brasil. O parecer sai menos de uma semana depois de o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ter defendido, em uma de suas lives semanais, que as torcidas voltassem aos estádios.

Segundo nota do ministério divulgada nesta terça-feira (22), a abertura num primeiro momento é para até 30% do público. Ela deverá ser submetida ao “gestor local”, ou seja, prefeituras e governos estaduais, que deverá autorizar ou não a presença da torcida no estádio. Entre os critérios a serem avaliados, de acordo com a pasta, estão a variação da curva epidemiológica, a taxa de ocupação de leitos clínicos e leitos de UTI e a capacidade de resposta da rede de atenção à saúde local e regional.

A própria pasta escreve que esse percentual de 30% pode ser aumentado posteriormente.

O ministério recomenda que a abertura se dê com protocolos para “zelar pela saúde física e mental, assim como o bem-estar de todos”. As medidas de segurança, continua a autoridade sanitária, serão determinadas em cada localidade entre os times e a administração.

No último dia 17, Bolsonaro disse, em sua live, que esperava que “brevemente comece a ter público os jogos de futebol”. “Que não seja com a sua capacidade plena, mas 10%, 20%, 30% eu acho que já pode começar a abrir os estádios no tocante a isso daí”, afirmou o titular do Planalto na transmissão. “É lógico que depende de parecer da Anvisa, da Saúde. Parece que está tudo positivo, caminhando nesse sentido aqui”, afirmou ele então.

As prefeituras
Já há ao menos duas prefeituras que se pronunciaram sobre o tema. Na semana passada, o prefeito do Rio, Marcelo Crivella (Republicanos), disse que autorizaria a abertura do Maracanã no dia 4 de outubro para partida entre Flamengo e Athletico-PR. Crivella é apoiador do presidente.

Em Belo Horizonte, contudo, a prefeitura se posicionou contra. “A Secretaria Municipal da Saúde disse que nem ela nem o Comitê de Enfrentamento à Covid, neste momento, não autorizam o retorno das torcidas aos estádios em Belo Horizonte”, escreveu a pasta, em resposta exatamente ao comunicado do Ministério da Saúde.

COMPARTILHE AGORA MESMO!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no skype
LEIA TAMBÉM!!!