Após meio dia de greve, trabalhadores dos correios de Ponta Porã aceitam acordo e retornam aos trabalhos

Frente às precárias condições de trabalho a que estão submetidos na unidade dos Correios de Ponta Porã e a ausência de solução por parte da superintendência e tendo em vista que já há cerca de seis meses o sindicato tentava negociar medidas para melhorias da unidade, os trabalhadores realizaram paralização após assembleia ocorrida na noite da terça-feira (9).

Após meio dia de paralização, os trabalhadores receberam uma proposta que foi aprovada em assembleia, onde apresentou-se inúmeras promessas que proporcionarão melhores condições de trabalho.

Segundo a presidenta do SINDICATO DOS TRABALHADORES NOS CORREIOS E TELÉGRAFOS DE MATO GROSSO DO SUL – SINTECT/MS os trabalhadores vão aguardar o cumprimento das medidas. “Acredito que nas próximas semanas será resolvida a questão de atrasos na entrega de encomendas e cartas em Ponta Porã”.

Segundo a líder sindical, o CDD dos Correios de Ponta Porã receberá mais doze trabalhadores, sendo que dez deles participarão do mutirão que ocorrerá no próximo sábado e dois deles continuarão pelo menos até que a situação se estabilize, e dois veículos para que o trabalho comece a caminhar.

Após o acordo, os trabalhadores do CDD dos correios de Ponta Porã já retornaram aos trabalhos na tarde desta quarta-feira.

Mesmo com o retorno imediato as atividades, os trabalhadores dos correios pedem paciência aos munícipes de Ponta Porã, devido ao excessivo atraso nas entregas, que somam mais de dez mil encomendas e vinte mil envelopes, levará algumas semanas para regularizar a situação da entrega das correspondências.

Confira o documento apresentado aos trabalhadores na íntegra:

Facebook: Comente Aqui