Ano novo religioso da Bíblia começa ao pôr do sol desta sexta-feira

A Bíblia Sagrada é sem dúvida o livro mais lido em todo o mundo em todos os tempos. Considerado um dos fundamentos de todas as religiões judaico-cristãs e bastante respeitado até mesmo entre religiões não judaico-cristãs, a Bíblia nos traz a luz inúmeras histórias.

A Bíblia cristã evangélica possui 66 livros, enquanto a católica com adição de seis pseudoepígrafos possui 72, sendo que em ambas, o segundo livro da Bíblia é o Livro do Êxodo.

O Livro do Êxodo narra a história da libertação do povo de Israel dos domínios e da escravidão que viveram no Egito, a cerca de três milênios atrás. Uma leitura atenta do capítulo 12 deste livro nos leva a revelação de que Deus apontou o início de cada ano a Moisés e o posicionou no início da última lua nova antes da Páscoa (Pessach), festa que relembra a morte dos primogênitos egípcios que não sacrificaram o cordeiro a Deus demonstrando total incredulidade mesmo após inúmeros prodígios realizados por Deus através de Moisés.

Atualmente os judeus, em seu calendário, adaptado deste dado por Deus a Moisés, comemoram o início do ano a partir do sétimo mês, e justificam o fato em alusão a Festa das Trombetas, porém não é isto que lemos no Livro do Êxodo, nos dois primeiros versículos do décimo segundo capítulo.

“Então Jeová disse a Moisés e a Arão na terra do Egito:   “Este mês será o começo dos meses; será o primeiro mês do ano para vocês”. Ex. 12:1-2

Sendo assim, apesar de pouco percebido, se considerarmos a orientação divina como relevante, o início do ano segundo a Bíblia, ocorre ao pôr do sol desta sexta-feira (05), já que os dias bíblicos, diferentemente dos dias civis começam ao pôr do sol e não a meia noite como no calendário gregoriano católico civil oficial.

Facebook: Comente Aqui