EXPEDIENTE
Coelho ficou na frente duas vezes, mas colombianos fazem gols em 10 minutos para vencer

América perde de virada em casa e fica perto da eliminação na Libertadores

Fonte: GE

Complicou

O América-MG tinha tudo para vencer a primeira na fase de grupos da Libertadores. Mas, incrivelmente, o time vencia por 2 a 1 até os 40 minutos do segundo tempo.

 

Não conseguiu segurar o placar. Nos minutos finais, levou os dois gols da virada do Tolima pela terceira rodada do grupo D.

 

No Independência, 3 a 2 para os colombianos, com o atacante Plata marcando duas vezes. Agora, o Coelho é o lanterna da chave, e terá o Atlético-MG (vice-líder) na terça-feira, em casa.

América-MG x Tolima pela Libertadores

  • América-MG x Tolima pela Libertadores (Foto: Conmebol )

  • Como fica?

    O América chegava aos 4 pontos até os 41′ do segundo tempo. Encostaria no Galo e no Del Valle, que têm cinco pontos cada. Entretanto, o Tolima fez o “vira-vira” no Independência, e deixa o Coelho com apenas um ponto somado, na lanterna.

     

    Já os colombianos vão a quatro, em terceiro. Teremos clássico mineiro na próxima rodada.

     

    Pedrinho e Hernández (contra) marcaram para o América. Plata (duas vezes) e Quiñónes fizeram os gols do visitante.

    Patric América-MG x Tolima  Raziel García libertadores

  • Patric América-MG x Tolima Raziel García libertadores (Foto: EFE)

  • Coelho cresce, mas não marca

    O América fez uma etapa inicial de incisão no ataque e terminou a primeira etapa mais perto do gol do que o adversário.

     

    O Tolima apertou bastante a marcação, e o Coelho só chegou em bola parada no começo. Quando Alê saiu, o time da casa passou a trabalhar mais a bola com Azevedo centralizado.

     

    Um chute de Paulinho Boía foi defendido por Domínguez, para animar o torcedor.

     

    Na reta final, Juninho quase marcou belo gol, tirou do goleiro, mas o zagueiro Quiñónes evitou que a bola entrasse.

  • Chuva de gols

    O América tirou o zero do placar em grande jogada de Paulinho Bóia, no início do segundo tempo.

     

    Ele recebeu na área, armou a bagunça, driblou o marcador duas vezes e cruzou rasteiro, para trás.

     

    A bola pegou leve desvio e sobrou para Pedrinho afundar o goleiro de canhota, aos 8 minutos.

     

    A resposta quase veio de forma imediata. Ramírez teve bola limpa para vencer Jailson, mas isolou. Era sinal que o Tolima iria para cima. E foi.

     

    Plata empatou o jogo após ficar com a sobra de uma bola mal dividida. Recebeu na cara de Jailson e chutou de canhota para igualar o placar.

    Éder; América-MG x Tolima

  • Éder; América-MG x Tolima (Foto: Alessandra Torres/AGIF)

  • Contra-ataque, e vacilos

    Os colombianos subiram as linhas, e Jailson apareceria bem novamente.

     

    Acionou Patric no contra-ataque. A bola sobrou para Pedrinho chegar até a área adversária. Índio Ramírez recebeu, driblou, e Junior Hernández fez o desarme jogando contra o próprio patrimônio, recolocando o América na frente.

     

    Tudo indicava a primeira vitória do Coelho na fase de grupos. Mas a parte aérea defensiva cochilou. Bola alçada na área, que atravessa por todos no escanteio.

     

    A bola fica viva para Quiñónes mandar para dentro. Tudo igual no Independência. Mas não acabaria por aí.

    Ramirez américa-mg x Tolima Libertadores

  • Ramirez américa-mg x Tolima Libertadores (Foto: Fernando Moreno/AGIF)

  • Plata o Plomo

    O castigo para o América foi duro. A equipe da casa ainda foi atrás do gol da vitória, mas a defesa ficou aberta. O Tolima achou seu lugar no campo.

     

    O camisa 11 Plata, ponta direita, velocista e técnico, já tinha dado trabalho para Galo e IDV. E marcou outra vez.

     

    Chute de canhota em ângulo até fechado, mas a bola desviou em João Paulo, que estava distante no lance, e “matou” Jaílson. Vitória do Tolima.

    Quinonez América-MG x Tolima Libertadores

  • Quinonez América-MG x Tolima Libertadores (Foto: Alessandra Torres/AGIF)

  • Saídas precoces

    O técnico Vagner Mancini precisou fazer alterações na equipe antes do jogo começar e ainda no primeiro tempo.

     

    No aquecimento, Everaldo sentiu a parte física, e Pedrinho foi para o seu lugar na escalação titular.

     

    Aos 28′, Alê reclamou de problema na coxa e deixou o campo de maca. Matheusinho entrou no seu lugar, centralizando Felipe Azevedo.

  • Agenda do Coelho

    Agora, o América-MG volta a focar no Campeonato Brasileiro.

     

    Vem de derrota para o Santos na Vila, e enfrentará o Athletico-PR também no Independência, no sábado, 30 de abril, às 16h30.

     

    Na sequência, joga em casa contra o Atlético-MG, na terça, pela quarta rodada do grupo D da Libertadores.

    Vagner Mancini, técnico do América-MG

Vagner Mancini, técnico do América-MG (Foto: Alessandra Torres/AGIF)

COMPARTILHE AGORA MESMO!
COMENTE AGORA MESMO!