Ação conjunta de Forças de Segura termina em captura de possível líder de facção criminosa

 

Ação conjunta do serviço da DELEPAT (Delegacia de Repressão a Crimes contra o Patrimônio e ao Tráfico de Armas) do Mato Grosso do Sul com apoio da Polícia Federal da cidade de Campinas culmina em captura de ex-policial militar foragido da justiça em aeroporto no estado de São Paulo.
Informações indicam que o fato foi registrado na tarde da última terça feira (26) quando em uma ação conjunta do serviço da DELEPAT (Delegacia de Repressão a Crimes contra o Patrimônio e ao Tráfico de Armas) do Mato Grosso do Sul com apoio da Polícia Federal de Campinas, foi identificaram o ex-PM, O. J. B. (47), transitando no aeroporto utilizando uma documentação falsa da Republica da Bolívia e uma identidade falsa brasileira e realizaram a prisão do mesmo que se encontrava foragido da justiça.
Em poder de O. J. B., os policiais apreenderam, uma identidade, carteira de motorista da República da Bolívia em nome de José Antônio Brito e uma identidade brasileira com o mesmo nome e CPF além de uma certa quantia em reais.
O. J. B. chegou a ser considerado sucessor de fronteira Jorge Rafaat morto a tiros de ponto 50 no ano de 2016 durante ataque de um grupo fortemente armado com armas de guerra, desde então as facções criminosas tem tentado se apoderar do controle do crime organizado e do narcotráfico na região, onde a guerra entre as facções tem causado ataques violentos entre as facções consideradas rivais que tem assustado a população local, sendo a cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero a mais afetada pela presença das facções na região de fronteira com o estado do Mato Grosso do Sul, onde a onda de violência cruzou a fronteira e consigo trouxe o aumento de roubos, furtos e assassinatos, razão pela que nos últimos meses foram realizadas várias operações policiais coordenada pela SEJUSP denominada “Fronteira em Alerta” desenvolvida pelo DEFRON (Delegacia Especializada de Repreensão aos Crimes de Fronteira) e “Fronteira Segura” desencadeada pela SEJUSP (Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública) que contou com o apoio do DOF, PMR. PM, PRF, PF, Exército, Polícia Civil com as unidades SIG, GARRAS, DERF e policiais das delegacias regionais.

Facebook: Comente Aqui