EXPEDIENTE
Consequência da Guerra

Abramovich decide vender o Chelsea: “Me dói me separar do clube dessa maneira”

Fonte: Por CNN

O bilionário russo Roman Abramovich se manifestou na tarde desta quarta-feira (2) sobre a venda do clube campeão mundial Chelsea. “Como já disse antes, sempre tomei decisões tendo em mente o melhor interesse do Clube. Na situação atual, tomei, portanto, a decisão de vender o clube, pois acredito que seja do interesse do clube, dos fãs, dos colaboradores, bem como dos patrocinadores e parceiros”, declarou o bilionário russo no site oficial do Chelsea . O empresário também lamentou a venda. “Por favor, saibam que esta foi uma decisão incrivelmente difícil de tomar, e me dói me separar do clube dessa maneira. No entanto, acredito que isso seja do melhor interesse do time”.

O interessado em comprar o clube é o magnata suíço Hansjoerg Wyss , de acordo com o jornal suíço Blick. “Abramovich está atualmente tentando vender todas as suas propriedades na Inglaterra. Ele também quer se livrar do Chelsea rapidamente agora”, disse Wyss, de acordo com a publicação nesta quarta-feira (2).

Segundo Abramovich no site do time, a venda não ser acelerada. “Não vou pedir nenhum empréstimo para ser reembolsado. Isso nunca foi sobre negócios ou dinheiro para mim, mas sobre pura paixão pelo jogo e pelo clube. Além disso, instruí minha equipe a criar uma fundação de caridade onde todos os lucros líquidos da venda serão doados”, afirmou o empresário, que declarou que a instituição vai ser voltada para as vítimas da invasão da Rússia à Ucrânia.

“A fundação será para o benefício de todas as vítimas da guerra na Ucrânia. Isso inclui fornecer fundos essenciais para as necessidades urgentes e imediatas das vítimas, bem como apoiar o trabalho de recuperação de longo prazo.

Abramovich, que nasceu na Rússia, fez o anúncio sábado (26) após ser impedido de ser dono do time da Premier League inglesa devido a seus laços com o regime do presidente russo, Vladimir Putin.

 

COMPARTILHE AGORA MESMO!
COMENTE AGORA MESMO!