Em discurso caloroso, vereador do PSDB tece críticas à Administração Municipal e colegas do Legislativo

Na sessão ordinária desta terça-feira, 15, o vereador Otaviano Cardoso (PSDB) criticou a aprovação em regime de urgência pela Câmara de projetos aos quais classificou como sendo de suma importância como aumento salarial de servidores e alteração do funcionamento do comercio no município de Ponta Porã.

Otaviano Cardoso ousou dizer que a Câmara segue um curso, mas faz outro discurso. “Estou triste pela nossa casa… não podemos vir aqui fazer discurso… Nosso curso é um, nosso discurso é outro. Tem que falar e fazer, se não (houvesse) as assinaturas para o regime de urgência, a lei do comerciário, não teria sido votada”. Afirmou Otaviano

O vereador insinuou que os vereadores votaram o projeto sem ler e não poupou críticas ao executivo. “Nós aprovamos um projeto pela metade, o executivo publicou uma tabela salarial que nós não aprovamos”. _e prosseguiu _ “Quanto é a folha do efetivo é folha do efetivo? Ninguém sabe! Quanto é a folha do comissionado? Ninguém sabe!” _ Reiterou o vereador, insinuando que não há transparência na administração municipal.

Otaviano ainda reafirmou seu apoio aos comerciários e professores, e disse que há sim dinheiro para cumprir o piso salarial dos professores. O discurso de Otaviano Cardoso fora transmitido ao vivo pelo Facebook. Confira seu discurso na íntegra:

 

14° sessão ordinária

Posted by Vereador Otaviano Cardoso on Tuesday, May 15, 2018

Facebook: Comente Aqui